Quem é que pode ser good vibes?

Ah, como eu me apaixonei quando descobri a galera good vibes… que energia boa, quanta troca espetacular, amor acima de tudo, amor por todos, sorriso estampado na cara e muitas, mas muitas plantinhas pra cuidar e fumar. Os good vibes se importam com as pessoas, com os animais, com as ervas… eles buscam acolher todos, não tem preconceitos, cada um sendo e fazendo o que te faz feliz. Será? Esse texto não é para generalizar, mas para prover uma reflexão. Esses dias uma amiga, que […]

Continue Reading

Você pode gostar

O que você faz da vida?

Por muito tempo eu evitei conversas com qualquer pessoa, porque tudo se baseia na pergunta “O que você faz da vida?”. E se essa resposta não for “trabalho no emprego fixo X de segunda a sexta das 08h às 17h”, você sentirá os olhares de reprovação vindo em sua direção. Inclusive e principalmente pelo povo que acha que cada um tem que cuidar da sua vida. Esses são os primeiros a julgar a vida alheia. Eu comecei a ter tanto medo da reação dos outros […]

Continue Reading

Você pode gostar

9. Liberdade

Eu sempre fui uma pessoa muito urbana, que odiava ir à praia, idolatrava o frio e queria ficar dentro de casa. Depois de ir ao Rio de Janeiro lá em 2012, os próximos meses foram importantíssimos na formação de uma outra personalidade dentro de mim. Descobri essa forma mochileira de viajar e principalmente, entrei em contato com os mochileiros. E de repente me vi a pessoa mais amante da natureza que existia. Queria buscar trilhas pra fazer, programava viagens para a praia, descobri um amor […]

Continue Reading

Você pode gostar

8. Epifania

Faz tempo que escrevi o último texto. Nele falei sobre como uma conversa despretensiosa com um amigo me fez saborear a vida mochileira e entrar mais em contato com pessoas que viviam desse modo. Porém, existe um fato que realmente mudou minha percepção e filosofia de vida, que me fez realmente querer mudar a minha essência. Eu era uma pessoa muito conservadora, adorava viver no luxo, sempre muito preocupada com o que mostrar aos outros, fechada em uma bolha cor de rosa cheia de purpurina […]

Continue Reading

Você pode gostar

7. Mochilar

Não sei bem dizer quando comecei a querer viajar excessivamente, buscando alternativas para a falta de grana, mas lembro que um amigo numa conversa despretensiosa me contou de um livro (que virou filme) sobre uma história real de um rapaz que literalmente jogou seu dinheiro fora e queimou seus bens materiais, de codinome Supertramp. Engraçado que eu amei a ideia mas não corri para assistir o filme, fantasiei, como sempre acabo fazendo, sozinha no meu mundinho da lua. Comecei a frequentar grupos no facebook sobre […]

Continue Reading

Você pode gostar

6. Desapegar

Depois de tantas mortes significativas, eu precisava de uma maneira para me manter sempre firme e descobri um propósito na religião, buscava muitas conversas espíritas com a madrinha da minha irmã, fazia meu pai me levar em centros espíritas sempre que podia, tentava ler e buscar palavras que me confortassem mas fizessem sentido na minha realidade. Nunca fui um exemplo dentro de uma religião. Sim, fui batizada, fiz catequese, mas parei por aí, igreja nunca foi meu forte. Também não era minha fraqueza, ela para […]

Continue Reading

Você pode gostar

CONTOS: História de Verão

Quem me vê passando por esta cidade, nem imagina que foi aqui que meus dias de sol começaram. Claro, ele estava junto à mim, sempre apoiando meus projetos mirabolantes e fazendo de seus abraços meu lar. Faz tanto tempo, mas ainda guardo em mim uma nostalgia boa daqueles dias que pareciam sempre de verão, afinal eu estava tão acostumada com dias nublados, sempre sendo pessimista e duvidando tanto da minha capacidade. Lembro que mesmo em julho e nos dias de chuva, ele me fazia sentir […]

Continue Reading

Você pode gostar

Sobre lugares que nos fazem viajar

Pôr do sol em tom de amarelo com muitas pessoas embaixo assistindo

De volta a out/14 aqui nos meus pensamentos, recordei uma vontade que tive ao visitar São Thomé das Letras que era o de morar por uns 3 meses na cidade. Ficamos pouco tempo, se lembro bem foram 03 dias, mas ao passar uma noite ali no centrinho na porta da igreja matriz, conheci um garoto que estava tocando violão e cantando um reggae bem gostoso. Reparei que ele estava descalço e essa visão me fez sonhar. Teletransportei minha mente para meses ali na frente, onde […]

Continue Reading

Você pode gostar

Eu não quero morrer!

Em uma rápida visualizada em qualquer rede social já percebo o quanto tem gente querendo morrer aqui nesse mundo. Muitas pessoas (da minha idade) que não sabem o que estão fazendo aqui. Confesso que eu me sinto muito deslocada aqui também, mas eu não consigo querer morrer. Eu só quero saber da vida, quero viver! Sei que existem muitos momentos em que meu caminho não foi (ou é) fácil, no momento mesmo me encontro sem direção, não enxergo um palmo de distância, mas de alguma […]

Continue Reading

Você pode gostar

5. Diploma

Em vários momentos dos meus textos ressaltei como não curtia o curso que estava fazendo na época da faculdade, assim como quem me conhece pessoalmente já me ouviu lamentar por ter feito 05 anos de algo que não gostava e me viu em vários momentos revirando os olhos ao falar de Direito. E hoje quero minuciar mais todo esse sentimento e processo, pois aprendi que escrevendo eu abraço minhas sombras e fico livre pra enxergar outras partes minhas com clareza. Desde quando eu era criança […]

Continue Reading

Você pode gostar