Como chegar no Beco do Batman SP

Como chegar no Beco do Batman

Um dos lugares mais fotografados aqui de São Paulo, muita gente ainda fica na dúvida em como chegar no Beco do Batman e em algumas outras artes lindas ao redor dele. Afinal, alguns lugares lindos para tirar fotos não estão exatamente no beco, embora bem pertinho dele.

Porque o nome Beco do Batman?

Foi na década de 80 quando algumas ruas da Vila Madalena ainda davam medo em quem andasse sozinho por ali, que um desenho do homem-morcego solitário chamou atenção. Muitos artistas se interessaram pelo espaço e começaram a também reproduzir seus trabalhos para acompanhar o Batman.

Hoje em dia essa primeira imagem que deu o nome ao, agora famoso, Beco do Batman já foi perdida. E essa ideia de “perder” um desenho acabou se tornando a marca registrada do espaço. Vemos uma rotatividade de artistas e obras por ali, o que torna a visita sempre diferente, mesmo para quem já foi inúmeras vezes.

As obras

Quando um grafite está desgastado entram em contato com o autor e perguntam se ele irá restaurar ou se outro grafiteiro pode tomar o seu lugar. Respeitam muito cada artista, porém podemos encontrar algum muro cinza por lá, afinal, são os moradores que emprestam seus muros para essa galeria a céu aberto acontecer. Então, caso eles decidam por não participar mais, acabará tendo algum ponto sem vida por ali.

São muitas formas de manifestações artísticas e trabalhos realmente incríveis.

Cada muro pode contar alguma história em forma de grafite e o melhor de tudo: é gratuito. Uma baita programação para quem está em São Paulo, hein?

LEIA MAIS:
O que fazer em um dia em São Paulo

Acho esse pedaço de uma coerência gigantesca com a nossa cidade, impossível não se sentir em SP passeando pelo Beco. É mais uma afirmação de que existe amor, existe arte, existe cultura e existe resistências nessa grande metrópole brasileira.

Hoje em dia essa região é super badalada, com inúmeros barzinhos para escolher terminar o dia ou começar a noite após uma visita ao Beco do Batman.

Quando ir 

O lugar está super em alta e não apenas turistas, mas os próprios paulistanos visitam muito o Beco. Logo, aos sábados, domingos e feriados o lugar fica muito movimentado e, claro, acabam tendo filas para tirar fotos nos grafites mais famosos. De final de semana é comum encontrar também pessoas vendendo suas artes ou tocando alguma música por ali.

Durante a semana costuma ser bem tranquilo por lá, quando está mais lotado é porque alguém está gravando algum vídeo ou fazendo sessões de fotos. Mesmo assim nada se compara aos finais de semana.

Recomendo ir cedo, caso visite no final de semana, sendo o primeiro atrativo turístico do seu dia. Quando visitei de final de semana, a galera se organizava nas filas para que todos conseguissem uma foto sem estranhos aparecendo.

COMO CHEGAR NO BECO DO BATMAN

De carro: recomendo não ir até o local de carro, porque é complicado para estacionar aos finais de semana ou feriados. Mas se você for, é só colocar no GPS Beco do Batman que ele encontra fácil e te encaminha pra lá sem problema algum.

De transporte público: a melhor maneira é indo de metrô e são várias linhas que chegam próximo. Vou deixar as principais estações do metrô que chegam até o Beco, caso estejam mais próximos de alguma dessas, não precisa se locomover até a outra.

  • Estação Vila Madalena (linha verde): descendo ali para ir ao Beco do Batman, você terá entre 15 e 20 minutos de caminhada para chegar.
  • Estação Sumaré (linha verde): se descer aqui, entre 15 a 20 minutos de caminhada até o Beco.
  • Estação Fradique Coutinho (linha amarela): daqui também são entre 15 a 20 minutos a pé.

Caso prefira, ao desembarcar em alguma dessas estações, você pode pedir um Uber que será cobrado o preço mínimo do aplicativo, já que é uma distância curta.

Como chegar nas famosas asas

Existem duas asas que ficaram famosas por fotos do instagram, uma com fundo preto e a outra, queridinha do momento, toda colorida. Elas não ficam exatamente no Beco do Batman, mas vou contar onde encontrá-las aqui.

Essa asa todo coloridona, linda demais, fica praticamento no Beco mesmo, mas se você for desatento pode acabar perdendo de vista.

Existe uma galeria na esquina das Rua Medeiros de Albuquerque com a Rua Gonçalo Afonso, chamada Alma da Rua. Ela está a poucos passos da entrada do Beco do Batman efetivamente, e é em seu espaço que fica essa asa. Talvez você a encontre por conta da fila que se forma em frente à ela, afinal, todos querem garantir sua foto ali.Como chegar no Beco do Batman

Já essa outra asa no fundo preto fica um pouco pra cima do Beco do Batman e pra chegar nela você precisa encontrar a Rua Harmonia, entre os números 137 e 150. Ela fica na parede externa de uma loja toda coloridona.

Como chegar no Beco do Batman
Essa asa fica na Rua da Harmonia

Como chegar no Escadão partindo do Beco do Batman

Se você caminhar 3 minutos a pé do Beco do Batman, chegará em uma escadaria colorida e ótima para fotografar também: a Escadaria do Patápio, ou Escadão.

É só seguir pela parte de cima da Rua Medeiros de Albuquerque que em pouquíssimos passos você chega no Armazém da Cidade e por lá existem vários eventos como de gastronomia, moda, já fui em um até de tatuagem por lá.

Ao lado do Armazém está a escadaria, que foi revitalizada pelos próprios moradores da cidade em uma oficina de azulejaria liderada pelo Ateli Azu e Catraca Livre.

São muitos pontos para conhecer e fotografar demais nessa região. O Beco do Batman é um ótimo local para fazer ensaios, fiz esse abaixo com a minha prima Daniela.


Caso queira procurar hospedagem na Vila Madalena em SP, indico fazer a busca pelo Booking.com. Toda reserva que você faz por um link aqui do blog eu ganho uma comissão, enquanto você não paga nada a mais por isso. E ainda ajuda a manter o Além da Curva no ar, com muitas novidades sempre.


Você pode gostar

9 Comentários

  1. Adorei a dica, já tinha escutado falar do beco e visto várias fotos mas não tinha noção da localização. É realmente um lugar maravilhoso para fazer um ensaio.

  2. Que legal esse post bem completinho sobre o Beco do Batman, a gente que é de São Paulo às vezes nem para pra pensar que um turista pode ter dúvidas de como chegar lá…

  3. Que demais! As obras já estão bem diferentes de quando eu fui. Eu estive no Beco do Batman durante um free walking tour, então foi tranquilo. Mas se tivesse ido sozinha não conseguiria encontrar metade das coisas, rs. Muito legal esse post e as informações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *