O que fazer na Avenida Paulista em São Paulo

o que fazer na avenida paulista em são paulo

Essa é uma das principais avenidas de São Paulo e provavelmente a mais famosa da cidade, que pode te dar uma boa ideia do que ela é feita. Nesse post você vai saber tudo o que fazer na Avenida Paulista em São Paulo, que é um dos locais mais incríveis daqui.

Tem prédios comerciais, com pessoas de roupa social sendo abraçadas por pessoas que distribuem abraços grátis na rua. Tem artista tocando, cantando, improvisando, encenando e cativando o público que passa com pressa. Tem manifestações políticas, culturais e sociais de todas as vertentes. Tem skatistas, carros e pedestres. Tem os turistas que vieram da gringa, tem os turistas que vieram das zonas leste, norte, sul, oeste e do centrão. Tem trânsito infernal durante a semana e tem um mar de gente se apoderando da rua aos domingos e feriados. Tem Parada do Orgulho LGBT+ e tem enfeites de Natal. Tem shopping com grandes lojas, e tem feirinha embaixo do MASP.

E tem muita atração cultural para entrar e conhecer! Acho esse um dos cantos mais democráticos da cidade. Bora junto comigo desvendar os pontos a visitar na Av. Paulista.

O que fazer na Avenida Paulista em São Paulo

Paulista fechada – São muitos atrativos turísticos, começando pelo próprio caminhar pela Avenida em um domingo ou feriado, quando ela fica fechada para carros.

A rua, no entanto, permanece lotada de famílias, artistas e todo tipo de pessoas do cenário paulistano. É uma delícia passear por ela nesses dias, a população toma conta da rua, que é sua!

É uma vibe de muita alegria e espero que você possa planejar sua viagem contando com uma passeadinha pela Avenida Paulista fechada e tudo o mais que tem nessa lista do que fazer por lá.

  • Japan House:
    Um centro cultural criado pelo governo japonês para difundir os costumes e cultura deles. Foram 03 locais escolhidos para isso: Londres, Los Angeles e São Paulo.

    São várias exposições que passam por lá. Para saber qual está em cartaz no dia de sua visita, você pode acessar o site da Japan House de São Paulo.

    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de funcionamento: ter a sáb da 10h00 às 20h00 e dom e feriados das 10h00 às 18h00.
    Estação do metrô mais próxima: Brigadeiro – linha verde.

  • Casa das Rosas:
    Uma mansão de 1935 projetada por Francisco de Paula Ramos de Azevedo no estilo estilo clássico francês e que contém 30 cômodos.
    Em 1991, com a Avenida Paulista já coberta de grandes arranha-céus, a casa foi transformada em um espaço incrível com oficina e cursos, voltados em sua maioria para a poesia e literatura.

    Para planejar sua visita, pode acessar o site da Casa das Rosas e verificar as exposições que estão rolando.o que fazer na avenida paulista em são paulo
    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de funcionamento: ter a sáb das 10h00 às 22h00 e dom e feriados das 10h00 às 18h00.
    Estação do metrô mais próxima: Brigadeiro – linha verde.

 

  • SESC:
    O SESC Paulista é incrível e possui muitas atividades legais para conhecer. Ele ficou muito conhecido pelo seu mirante no 17º andar do prédio que possui uma vista incrível da Avenida Paulista e do mural de Oscar Niemeyer feito pelo Kobra. Ali possui também um café. Aos finais de semana a fila para subir no mirante pode ser grande.

    Porém, no SESC há também várias exposições muito interessantes, vale a pena ficar de olho na programação para saber se tem alguma que te interesse.
    Em minha última visita estava rolando a “Biblioteca a noite” que reproduzia parte da biblioteca pessoal do escritor argentino Alberto Manguel, que ficava na França, contando sobre cada cantinho dela e o que significa uma biblioteca a noite. Depois vistávamos por meio de óculos de realidade virtual várias outras bibliotecas ao redor do mundo, inclusive fictícias.o que fazer na avenida paulista em são paulo

    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de funcionamento: ter a sáb das 10h00 às 22h00 e dom e feriados das 10h00 às 19h00.
    Estação do metrô mais próxima: Brigadeiro – linha verde.

  • Itaú Cultural:
    É um espaço cultural que conta com várias exposições sensacionais. A mais famosa é a exposição permanente Olavo Setubal que ocupa dois andares do prédio.
    Para saber mais sobre as exposições você pode acessar o site do Itaú Cultural.

    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de funcionamento: ter a sex das 09h00 às 20h00 e sáb, dom e feriados das 11h00 às 20h00.
    Estação de metrô mais próxima: Brigadeiro – linha verde.

 

  • Centro Cultural FIESP:
    Mais um espaço cultural (ah, como eu amo essa avenida que respira cultura!) que contém exposições, galeria de fotos, galeria de arte, livraria e um teatro. São muitas opões de programação e você pode conferir a que está rolando e te interessa de acordo com a época que for visitar no site do Centro Cultural FIESP.

    ENTRADA: Gratuita. Os ingressos para as peças teatrais precisam ser reservados online toda segunda-feira e os remanescentes são distribuído com 15 minutos de antecedência do início da peça.
    Horário de funcionamento: ter a sáb das 10h00 às 22h00 e dom das 10h00 às 20h00.
    Estação de metrô mais próxima: Trianon-MASP – linda verde.

 

  • Parque Trianon:
    Esse parque, que já foi frequentado pelos intelectuais da cidade, hoje serve como um descanso no meio da avenida mais movimentada da selva de pedra que é São Paulo. Ele possui um pouco da Mata Atlântica e, dependendo de quando visitá-lo, pode encontrar manifestações artísticas acontecendo nele.

    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de Funcionamento: diariamente das 06h00 às 18h00.
    Estação de metrô mais próxima: Trianon-MASP – linha verde.

 

  • MASP:
    O Museu de Arte de São Paulo recebe importantes mostras e exposições de artistas de todo o mundo. São mais de 10 mil obras acolhidas pelo museu e muitas outras que passam de tempos em tempos. Em minha última visita pude ver a exposição Tarsila Popular, com as icônicas obras e historias dessa artista tão singular. Inclusive seu quadro mais famoso, Abaporu, estava por lá.o que fazer na avenida paulista em são paulo

    Outras duas exposições que valem a pena conhecer são: Histórias das Mulheres: artistas até 1900Histórias Feministas: artistas depois de 2000. A exposição da Tarsila, inclusive, fazia parte dessa mostra de história das mulheres, que conta também com workshops sobre o assunto.
    Para saber sobre as futuras exposições e as que estão em cartaz, entre no site do MASP.

    ENTRADA: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada). Toda terça-feira a entrada é gratuita, só precisa retirar os ingressos na bilheteria.
    Horário de funcionamento: ter das 10h00 às 20h00 (bilheteria funciona até 19h30) e qua a dom das 10h00 às 18h00 (bilheteria funciona até 17h30).
    Estação de metrô mais próxima: Trianon-MASP – linha verde.

 

  • Feira de Antiguidades (vão do MASP):
    O vão livre do MASP é sempre um ponto de encontro dos paulistanos. Seja para sentar e ficar conversando, para apreciar algum artista que está performando por ali ou até mesmo para encontrar a galera e ir para o role.

    Todo domingo o vão do MASP recebe a Feira de Antiguidades com muitos antiquários e obras de artes, além de joias. Por lá pode-se encontrar um pouco de tudo.
    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de funcionamento: dom das 09h00 às 17h00.
    Estação de metrô mais próxima: Trianon-MASP – linha verde.

 

  • Mirante da 09 de Julho:
    Na verdade esse ponto não fica exatamente na Av. Paulista, porém é facilmente acessado por ela. Descendo uma das ruas laterais do MASP você já vai encontrar o mirante, que é um dos lugares que os paulistanos mais gostam na cidade!Um dia em São Paulo
    Por lá existe um café bem gostoso mas não muito barato. As pessoas tomam conta do espaço, inclusive das escadas de onde ficam apreciando a vista da Av. 9 de Julho lá embaixo.
    Ali também acontecem exposições e oficinas.
    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de funcionamento: 10h00 às 22h00.
    Estação de metrô mais próxima: Trianon-MASP – linha verde.

 

  • Livraria Cultura do Conjunto Nacional:
    Essa livraria é gigante e sensacional. Seu espaço é muito bem distribuído, além de lindo. Para quem ama livros, com certeza vai se apaixonar pela Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Por lá ainda possui alguns puffs onde você pode sentar e ler algum livro, bem bacana.
    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de funcionamento: seg a sáb das 09h00 às 22h00, dom das 11h00 às 20h00 e feriados das 10h00 às 20h00.
    Estação de metrô mais próxima: Consolação – linha verde.

 

  • Rua Augusta:
    Uma das minhas ruas preferidas da região! Principalmente se descer a rua sentido centro, por ali você vai encontrar muita diversidade. Um ponto interessante é o Calçadão Urbanóide com vários foodtrucks de comida do mundo inteiro e opções para todos os bolsos e gostos (incluindo veggie food). Também existem vários barzinhos legais e baladas para curtir a noite, inclusive opções com open bar.
    Estação de metrô mais próxima: Consolação – linha verde.

 

  • Instituto Moreira Salles (IMS):
    Um centro cultural que promove exposições e sessões de cinema. Conquistou o prêmio de melhor obra de arquitetura em São Paulo no ano de 2017 com seus nove andares e conceitos sustentáveis. Possui também seminários, uma biblioteca de fotografia, livraria e um café.
    ENTRADA: Gratuita para exposições. No cinema varia de acordo com o filme.
    Horário de funcionamento: ter a dom e feriados das 10h00 às 20h00 e às quintas das 10h00 às 22h00 (exceto feriados).
    Estação de metrô mais próxima: Consolação – linha verde.

 

  • Passagem literária da Consolação:
    No cruzamento da Avenida Paulista com a Rua da Consolação, fica essa passagem que liga o cinema do Belas Artes com o Riviera Bar e Restaurante. Existe um sebo e exposições para apreciarmos e é um canto ainda deconhecido até pelos paulistanos.
    ENTRADA: Gratuita.
    Horário de funcionamento: seg a sex das 07h00 às 20h00 e sáb e feriados das 10h00 às 20h00.
    Estação de metrô mais próxima: Paulista – linha amarela.

 

Além de tudo isso, percorrendo a Avenida Paulista você encontrará vários Shoppings Centers, outras livrarias, teatros, cinemas, lojas diversas e muitos restaurantes para todos os gostos que existem por aí. Afinal, estamos numa Avenida importante de São Paulo, uma cidade que reúne dentro de si o mundo.

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *