Como tirar o visto americano e passar pela alfândega

como tirar o visto americano

Para viajar aos Estados Unidos, você precisará tirar um visto americano para passar pela alfândega. Mesmo que você apenas faça escala no país de poucas horas, mas o destino final seja outro lugar, você precisará desse visto. Isso, inclusive, é uma atenção que devem ter na hora de comprar passagem, por exemplo, para o Canadá, pois muitas vezes a escala será nos Estados Unidos, precisando do visto de trânsito, ao menos.

Vou dar para vocês o passo a passo para tirar o visto americano sem precisar pagar para ninguém. Ele pode ser um pouco cansativo, mas não é difícil de fazer sozinho. Eu mesma fiz sem ajuda para mim e minha irmã e deu tudo certo.

Antes de tudo, lembre-se de ter um passaporte válido com, no mínimo, 06 meses de validade.

Formulário DS-160

Para começar o processo do visto americano, seu primeiro passo será preencher esse formulário de aplicação do visto. Não fique desesperado porque está em inglês, é só selecionar nessa primeira página sua localidade que ao passar o mouse por cima das frases elas serão traduzidas para o português.

Esse é um formulário cansativo de responder, por isso você consegue salvar o que você já preencheu e retomar outro dia para terminá-lo, apenas precisa guardar o número da sua Application ID para resgatar tudo que você já respondeu. Seja honesto em todas as suas respostas e quando terminar, imprima o formulário.

Caso tenha dúvida em alguma questão, as redes sociais do blog estão abertas para te ajudar. Antes de finalizar, confira todas as suas respostas, você não poderá alterá-las depois.

Taxa

O próximo passo será pagar a taxa e fazer dois agendamentos – o primeiro no CASV e o segundo para a entrevista com o oficial consular. Para isso você precisa se cadastrar nesse site, isso só será possível depois de finalizar o formulário DS-160 (primeiro passo).

Você se cadastra, confirma no seu e-mail e adiciona os solicitantes do visto (pode adicionar mais de uma pessoa). Você vai preenchendo as informações até chegar na parte do pagamento.

O valor do visto americano para turistas, hoje, é de $ 160 USD (cartão de crédito ou boleto).

Se o seu pagamento já foi reconhecido, estará apta a opção de realizar agendamento. Clique e agende para a data e local que desejar dentre as opções fornecidas. No entanto, fique atento que a primeira data a ser escolhida será para o atendimento consular, que na verdade é o último que você irá. E na próxima página liberam o atendimento no CASV que será o primeiro que você deverá ir.

No dia da primeira entrevista no CASV: leve a confirmação do formulário DS-160 com código de barras, seu passaporte e o comprovante de pagamento da taxa do visto. A foto e impressão digital serão recolhidas na entrevista, não precisa se preocupar com isso.

No dia da entrevista no Consulado: você precisa levar seu passaporte atual, passaporte antigo com visto se tiver, confirmação do formulário DS-160 e todo tipo de documento verídico que comprove seu vínculo com o Brasil e ache necessário. Aqui é melhor nem economizar na documentação.

Muita gente morre de medo dessa parte, mas não dá para saber o que eles vão pedir e se pedirão algo, muito menos o que irão te perguntar, pode haver surpresas. O que eles querem ter certeza é de que você deixará os Estados Unidos, mas todos os documentos que demonstrem vínculos empregatícios (carteira de trabalho, carta do empregador, holerites), vínculos escolares, declaração de imposto de renda, extratos bancários, escrituras, certidões de nascimento e casamento, devem ser levados com você.

Esses são documentos básicos que você deve ter consigo na hora da entrevista mesmo que não precise utilizá-los, mas os oficiais podem pedir muitos outros, caso sintam que seu laço com o Brasil não foi comprovado o suficiente ou que achem que você esteja de má-fé. Caso ele não peça por um documento, mantenha-o guardadinho em sua pasta, não saia entregando para o oficial milhões de documentos de maneira desesperada sem nem ao menos ele pedir por isso.

Algumas perguntas para tirar o visto americano durante a entrevista que podem ser feitas (mas isso não é regra) são:

Onde você irá se hospedar?

Quem irá pagar pela viagem?

Você tem algum parente morando nos Estados Unidos?

Qual sua profissão?

Quanto tempo pretende ficar em solo americano?

As perguntas são em português e a entrevista é muito rapidinha (exceto em casos específicos), então não fique em pânico. Eles precisam que o turismo brasileiro continue acontecendo, somos grandes consumistas e isso é muito bom para o país deles. Apenas não tente dar uma de espertinho, mentir ou ir com segundas intenções, que as chances de tudo dar certo será muito maior.

Mochilas, aparelhos eletrônicos e objetos cortantes não entram no consulado. Você tem três opções: deixar em casa, deixar no carro ou com alguém do lado de fora, ou o pior de todos, pagar um locker fora do consulado para deixar seus pertences (eles custam caro).

Meu visto foi negado, e agora?

Infelizmente isso acontece, eles podem até mesmo nem te dizer o motivo. Isso é um saco e com certeza gera revolta, ainda mais se você fez tudo certinho, não mentiu, seus documentos eram todos válidos e sua intenção era a de apenas turistar e voltar pro aconchego do teu lar aqui no Brasil.

Se eles te disserem o motivo, fica mais fácil saber onde errou e como consertar esse impedimento. Em qualquer caso, você consegue fazer o processo de aplicação do visto todo novamente já na semana seguinte se quiser, tendo que pagar a taxa toda de novo também.

Se, lamentavelmente, seu visto continuar sendo negado ou você não quiser ter toda essa dor de cabeça novamente, pense em dar uma chance para outros países, sejam nossos vizinhos aqui na América do Sul que não te pedem visto, seja no resto da America Central ou Canadá, ou então qualquer outro canto desse mundão pela África, Europa, Ásia ou Oceania. Que esse visto negado não te impeça de sonhar e alçar voos.

Meu visto foi aprovado!!!

Eba! O oficial consular irá reter teu passaporte e em até dez dias úteis (caso sua aplicação do visto não tenha requerido uma verificação mais extensa) você receberá seu visto. O passaporte será entregue de acordo com a opção que você escolheu: em algum endereço físico ou retirado no CASV.

Falando da imigração

Se teu voo tiver conexão em outra cidade americana que não seja teu destino final, será ali que você passará pela imigração. Por exemplo, você vai para Nova York, mas tem conexão em Atlanta, o procedimento de imigração e alfândega será realizado em Atlanta.

No avião você receberá um formulário, basta preenchê-lo com os dados solicitados. Nas duas vezes que fui para os Estados Unidos fiz a alfândega em Orlando e em nenhuma delas demorou, sendo bem rápido, inclusive. Porém tem muitas pessoas que reclamam da demora, então não tem muito como prever essa situação, melhor já ir preparado para esperar de 15 minutos até 03 horas.

Mais uma vez aqui vale a regra da entrevista do visto: não entregue nada que não lhe foi pedido. Apenas responda o que lhe foi perguntado e caso te peçam alguma comprovação, aí sim você entrega. Aqui a entrevista já será em inglês, mas muitos oficiais falam espanhol, o que pode te ajudar um pouco. Caso sinta-se muito desconfortável, você pode pedir um tradutor.

Fique calmo, sei que muitas pessoas se assustam e tem medo de mais uma entrevista, agora em solo americano, correndo o risco de chegar lá e nem entrar no país. Mas as perguntas são básicas, geralmente:

Onde vai se hospedar?

Que cidades pretende visitar?

Quanto tempo vai passar no país?

O que você faz no Brasil (trabalho ou estudo)?

Quanto dinheiro possui (em papel moeda e cartões)?

Conhece alguém nos Estados Unidos?

Qual o motivo de sua viagem?

Sempre dê respostas verdadeiras. Eles só vão encrencar se tiver algo muito errado ou perceber que você está mentindo. Fique atento as informações que você fornece para não haver contradições. Quando fui com minha irmã, passamos juntas pela alfândega, isso vale apenas para familiares. Grupos de amigos ou namorados precisam passar individualmente.

Imprima todos os documentos pertinentes a sua viagem: reserva de hotel, seguro saúde (não é obrigatório mas sempre bom ter), aluguel de carro, passagem de volta, passeios, transfers, etc.

Depois de toda essa burocracia, você estará livre para curtir, finalmenteee, suas férias na terra do Tio Sam. Boa viagem e me conta tudo depois!

Seguro Viagem: EUA
AC 150 + TELEMEDICINA AC 150 + TELEMEDICINA Assistência médica USD 150.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 23/dia*
TA 100 TA 100 Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 24/dia*

Você pode gostar

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *