Barra de Mamanguape PB – um litoral encantado

barra de mamanguape pb

Eu amo lugares de natureza intocada, onde existem poucos turistas e menos ainda sinal de celular. Pois bem, se você também é dessa tribo, precisa conhecer Barra de Mamanguape (PB).

Recomendo muitíssimo para todos que sabem e querem preservar a Mãe Natureza, pois aquele cantinho do mundo é quase intocado, com uma beleza rústica ímpar. Os moradores preservam demais seu lar e sempre frisam a importância do turismo sustentável.

Ainda assim, vivendo em um lugar paradisíaco, eles carecem de uma divulgação turística maior da cidadezinha, pois ela tem muito potencial e fica meio que abandonada. As pessoas que chegam ali são, em sua maioria, de Recife e João Pessoa.

Visitei em um final de semana de Julho e estava tudo deserto, como deve ser em qualquer dia de baixa temporada e aqui deixo para vocês minhas dicas de Barra de Mamanguape, na Paraíba.

Nosso guia, Neo, ficou muito feliz em saber que eu iria escrever esse post no blog e me encheu de mensagens no whatsapp com informações que ele gostaria de passar sobre seu lar. “É muito raro ver uma paulista por aqui”, contou.

E eu fiquei um pouco dividida entre contar ou não contar sobre esse paraíso, afinal, um lugar desses precisa se manter intocado e dói pensar em um turismo massificado, onde as pessoas não saberão respeitar o meio ambiente.

Já visitei tantos lugares com placas imensas dizendo para recolher seu lixo, não fazer fogueira, não fazer churrasco e quando cheguei o que tinha? Fogueira, lixo e churrasqueira móvel armada. É uma sensação tão pesada ver isso acontecendo. Espero que se vocês um dia pisarem na cidade, possam ter carinho pelo solo que estão pisando. E tendo fé na humanidade, resolvi escrever sim esse post.

LEIA MAIS:
O que fazer em Cabaceiras, no cariri paraibano
Lajedo de Pai Mateus
O que fazer em Areia, na Paraíba
Praias do Litoral Sul da Paraíba
O pôr do sol em Cabedelo, na Paraíba
O que fazer em João Pessoa

Existe, porém, uma época em que a cidade lota com cerca de 5000 pessoas uma semana antes do Natal onde acontece uma procissão. É o encontro de Santa Anna (padroeira da Barra) com Nossa Senhora dos Navegantes (padroeira de Coqueirinho do Norte), fazendo o encontro da mãe com a filha. Os barcos saem de Coqueirinho e fazem uma grande festa em Barra de Mamanguape, mas uma pena pois Neo comentou que nem todos cuidam e cultivam a natureza nessa festa.

Achei a cidade parecida com Cabo Polonio no Uruguai, vila com chão de areia, pouco movimento, apesar de Barra ter um pouco mais de estrutura, passar carro e possui energia elétrica. Lá eles vivem na base da troca comunitária, um morador possui estabelecimento de hospedagem, outro faz passeio, outro tem restaurante e assim todos saem ganhando, uma verdadeira harmonia. A cidade possui em média 600 habitantes.

Como chegar em Barra de Mamanguape/PB

Barra de Mamanguape fica em Rio Tinto, na Paraíba. Pode ser confundida com a cidade de Mamanguape, no interior, mas que não tem nada a ver uma com a outra.

Viajamos de carro, Marne, eu e mais uma amiga, e acredito ser essa a melhor forma de chegar. Saímos de João Pessoa e pegamos a BR 101 e entramos pela cidade de Mamanguape para ir a Rio Tinto, onde se pega a estrada para Barra de Mamanguape.

Outro caminho, é pegar um acesso que tem na própria BR 101 que segue por meio de canaviais a estrada inteira até chegar na Barra. Esse já é um pouco complicado, por ser zona em que vez ou outra ocorrem assaltos. Inclusive, o dono da casa que alugamos nos recomendou ir pelo caminho mais demorado, mas que era mais seguro.

Para voltar, seguimos um casal e fomos pelo caminho dos canaviais, mas só optamos por essa escolha porque eles estariam na estrada com a gente. Foram 02 horas de estrada, fora o tempo em que paramos na cidade de Mamanguape para fazer compra no mercado, pois alugamos uma casa com cozinha. Pelo caminho mais curto, que passa no meio de um canavial, o tempo de viagem de carro dura 01h30.

Chegar de ônibus é possível, mas não muito fácil. Você precisa pegar um ônibus da capital João Pessoa até a cidade de Rio Tinto cedo, pois ele precisa chegar até umas 10h30 por lá.

O ônibus que sai de Rio Tinto e vai para Barra sai apenas as 11h00 de lá de segunda a sexta. Se for de sábado o horário que o ônibus parte é mais cedo, as 10h00. Por isso precisa se programar muito bem ao sair de JP. E para voltar o ônibus passa de segunda a sábado em Barra de Mamanguape às 05h30.

Disseram que na cidade de Barra de Mamanguape existe alguns moto-táxis caso precise (se bem que eu mesma não vi nenhum).

Onde se hospedar em Barra de Mamanguape

Alugamos uma casa que acomodava 04 pessoas no Sua Casa na Barra do Nilton que nos atendeu super bem, com uma suíte e outro quarto com cama de casal, um banheiro, cozinha equipada, sala e um espaço do lado de fora com mesa larga para fazermos as refeições, varal para estender as roupas e um tanque.

Fica em frente a única igrejinha da cidade e bem pertinho da praia e do rio. Lá eles alugam uma outra casa e tem espaço para camping. A recepção foi ótima e eu recomendo, ganhamos até pizza do dono do lugar no sábado a noite.

Pagamos R$ 160,00 na casa. Se quiser acampar o valor varia entre R$ 23 a 30,00 (na época do Ano Novo fica mais caro).

Onde comer em Barra de Mamanguape/PB

Fizemos nossas refeições na casa que alugamos mesmo, mas comemos uma vez na cidade no Restaurante do Valdemir, única referência que tenho para vocês. Pedimos 02 peixes e uma coca cola de 1 litro para 03 pessoas, foi o suficiente, veio com fritas, arroz e salada e saiu R$ 40,00.

O que fazer em Barra de Mamanguape/PB

  • Passeio de barco pelo Rio Mamanguape:

Fizemos o passeio geral, onde passa de maneira mais superficial por cada ponto: mangues, recifes e banco de areia, com parada para almoço na Aldeia do Tramataia, uma aldeia indígena que conta com mais ou menos 1200 habitantes.

Pagamos R$ 17,00 no almoço com bebida inclusa e ainda nos deram cocadas deliciosas no fim. Era muita comida e gostosa demais, super valeu a pena.

Cada um desses pontos que eu mencionei podem ser feitos passeios direcionados à eles, onde se conhecerá com mais calma cada um.

Barra de Mamanguape é Área de Proteção Ambiental (APA) e já foi lar de preservação do peixe boi, animal em extinção. Passamos pelo antigo cativeiro deles, onde readaptavam-nos com água de seu habitat natural para ser reinserido na natureza, porém desde 2012 o governo deixou de apoiar esse projeto e precisaram entregá-lo para uma ONG.

Existem, ainda, 04 peixes bois que circulam de vez em quando pelas redondezas, os guias sabem até os nomes de cada um. Eles tem um projeto para abrir um novo cativeiro por uma fundação, para os peixes de Recife irem pra Barra, pois na capital pernambucana já está lotado.

O fim do passeio de barco é em um banco de areia, quando a maré baixa fica um verdadeiro piscinão delicioso para aproveitar.

É tão poderoso encontrar-se no meio de tanta força natural, de um lado olhamos e vemos a calmaria do rio Mamanguape, do outro as ondas fortes do mar batendo nos recifes. Inclusive nos recifes podemos subir e quando o mar está mais calmo (fomos em um dia nublado ameaçando chover) consegue-se avistar várias tartarugas por ali.

barra de mamanguape pb
Galera de Recife e João Pessoa

Existem muitos outros passeios de barcos para fazer, além de trilhas ecológicas com caminhadas de 4,5km (trilha do oiteiro, feita em um caminho com sombras e interpretativa) ou 12 km, que dizem ser a mais divertida, passando por restinga, falésias, dunas, Mata Atlântica e um delicioso banho no estuário do Rio Miriri.

Existem também passeios de buggy, caiaques, pedaladas na praia e luau (feito para grupos agendados de, no mínimo, 06 pessoas para compensar o esforço: decoram um local na beira do estuário do Rio Mamanguape com toalhas e esteiras, levam peixes para assar, frutas e farofa regional, tudo ao som de violão, sendo a bebida opcional de cada pessoa).

O passeio de barco que fizemos custou R$ 30,00 por pessoa.

  • Praia e Rio Mamanguape:

Com 05 minutos de trilha chega-se na praia de Mamanguape, deserta, extensa, rústica, de água agitada. Não existe interferência humana ali, a não ser por uma casinha minúscula no alto.

É disso que eu gosto, praia para mim precisa ser desse jeitinho. Foi amor a primeira vista. Era um domingo de julho e eu e minhas amigas éramos os únicos seres humanos naquela praia, foi muito gostoso aproveitar um pedaço tão calmo do litoral paraibano.

Andando para a esquerda da praia, chegamos no encontro do rio com o mar.

barra de mamanguape pb
Encontro do rio com o mar.

O melhor banho com certeza é o do Rio Mamanguape, com águas calmas e deliciosas para o calor que fez naquele domingo abençoado que tivemos. Queria que o tempo congelasse um pouco ali.

  • Pôr do sol na Barra de Mamanguape/PB:

O melhor por do sol da Paraíba, em minha humilde opinião, não é o de Cabedelo, mas sim o de Barra de Mamanguape.

Em nosso primeiro dia o céu estava nublado.barra de mamanguape pb

Já no dia seguinte o dia clareou muito e decidimos não ir embora antes do por do sol. Foi a decisão mais acertada que fizemos. Absolutamente tudo ao redor elevava a atmosfera de despedida do nosso Astro Rei e o céu ficou absurdamente lindo.

É um momento de chorar de tanta beleza. Arrepiou aqui! Existe uma força imensa naquele lugar e por favor, não deixem a cidade antes de sentar na beira do rio e prestigiar esse momento, você merece.

Você pode gostar

13 Comentários

  1. Eu nunca tinha ouvido falar de Barra de Mamanguape, mas já adorei. O que são as fotos da praia? Só me preocupou o “pouco sinal de celular” porque sou bem viciadinha. Sofro quando fico offline.

    1. Ahhh, pra quem é viciado em internet realmente fica um pouco complicado. Mas acho que pra um final de semana super vale a pena desligar um pouco, ainda mais em Barra de Mamanguape.

    2. Que lugar maravilhoso! Deu vontade de conhecer Barra de Mamanguape justamente pelo aspecto intocado e preservado, sua mensagem de preservação é mais que necessária!

  2. Waowww… que lugar lindo! Eu ainda não conheço Paraíba, na verdade conheço muito pouco do Norte/Nordeste brasileiro. E amei a Barra de Mamanguape só pelas fotos, imagino ao vivo. Quanto a internet, por uns 2-3 dias, vale o sacrificio. =)

  3. Eu entendo a relutância. Às vezes queremos divulgar um lugar maravilhoso mas depois de ver os resultados do turismo massificado, ficamos com medo. Seria uma pena não preservar a linda Barra de Mamanguape. Espero também que retomem o apoio ao programa de preservação ao peixe boi!

  4. Eu amo todo o litoral da Paraíba, e realmente a Barra de Mamanguape é encantadora! As vezes acho que poderia ficar lá pra sempre 😀

  5. Olha, Barra de mamanguape seria o lugar para onde eu iria agora! Um verdadeiro paraíso. Espero que permaneça intocado e original.

  6. q demais esse lugar, nunca tinha ouvido falar! parece super tranquilo e achei maravilhoso o por do sol, realmente um momento magico

  7. Que delícia de lugar! Não conhecia Barra de Mamanguape e achei uma ótima opção para descansar e aproveitar a natureza. Sem falar que os preços também estão acessíveis, que continue assim.

  8. Não sabia da existência de Barra de Mamanguape e fiquei muito feliz em descobrir esse cantinho da Paraíba, estado que amo de paixão! 😍

  9. Parece um paraiso!!! Eu não conhecia, nem tinha ouvido falar desse lugar! Mas fiquei apaixonada pelo seu relato e fotos! Entrou na lista de desejos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *