O que fazer em João Pessoa, na Paraíba

o que fazer em joão pessoa

Vou te contar sim tudo o que tem para fazer em João Pessoa, capital da Paraíba. Porém eu não posso introduzir esse texto sem falar sobre o que me levou até aquela cidade.

Eu sempre abri um sorriso imenso ao ouvir o sotaque paraibano, para mim não tem mais bonito nesse Brasil todo e quando eu conheci Marne, lá em 2016 no Uruguai, foi só carinho: paraibana, pisciana, feminista e engajada socialmente. É incrível como a estrada nos abençoa! Em minhas viagens tenho conhecido apenas pessoas desse naipe aí, que conversam diretamente com o momento que estou vivendo e com a pessoa que eu gostaria de ser.

Talvez por isso eu goste tanto de viajar, não apenas pelas paisagens inegavelmente lindas que esse mundo tem e que, tentamos, preservar, mas muito mais pelas pessoas que cruzam o caminho. Parece que são as pessoas certas, sabe? Não encontrei ninguém, até hoje, que eu não passasse a admirar e com quem eu não tenha aprendido no mínimo um cadinho. Acho, até, que estou mal acostumada.

Enfim, conheci esse ser humano lindo que me convidou para visitar sua terrinha algum dia. Dois anos depois, esse dia chegou e agora conto pra vocês minha experiência em João Pessoa.

Eu já tinha em mente que gostaria de me aprofundar onde conseguisse pela Paraíba, mesmo com todos me dizendo: estenda para Pipa e Natal. Eu não podia deixar aquele Estado sem conhecer uma parte boa dele, mesmo que eu não conseguisse chegar no Rio Grande do Norte.

Viajar não é fácil e claro que queremos aproveitar ao máximo dos dias que dispomos, porém, eu não poderia encurtar minha experiência paraibana em nome de conhecer mais um Estado, só porque ele estava ali pertinho. Eu queria respeitar onde eu estava, a oportunidade que a vida abriu para mim na forma de Marne e sua mãe, que com os corações abertos e largos sorrisos me convidaram para sua casa.

Uma coisa eu tinha nítida em mim: eu não saio da Paraíba sem aproveitar a Paraíba. Infelizmente não consegui ver tudo que eu gostaria (acredite, aquele pedaço do Nordeste vai te surpreender), mas vi o suficiente para continuar com o carinho que eu já possuía por esse povo e não sabia como explicar. Agora eu sei!

Fui sozinha, minha irmã ficou em São Paulo e vendo hoje acredito que foi melhor assim. Por sermos muito diferentes, seria difícil aproveitar certos lugares, inclusive ir para certos lugares, com ela ao meu lado. Era uma viagem que eu precisava fazer sozinha, para entender minha individualidade, que eu havia perdido. De Jampa, fiz bate e volta para alguns cantos especiais. Aguardem os próximos posts.

João Pessoa é a terceira capital mais antiga do Brasil e o sol aqui nasce antes de todos os lugares no país (antes das cinco da manhã).

Como chegar

Peguei um ônibus em Recife que custou R$ 44,50 e durou em media 02 horinhas, é muito perto (a distância entre capitais mais perto do nosso Brasil).

Viajei com a empresa TOTAL e foi tranquilinha, existe, também, a Viação Progresso e também é uma boa empresa. Na verdade, acredito que tanto faz qual você escolher, as duas tem o mesmo preço e são bem recomendadas. Vou deixar aqui o link para vocês pesquisarem os horários de ônibus entre Recife x João Pessoa e vice-versa.

O que fazer em João Pessoa

Marne me levou no mesmo dia, para dar uma voltinha rápida na cidade e pegar algum pôr do sol bacana. Ela foi me apresentando alguns pontos, como a Lagoa, um canto que não descemos e eu acabei não explorando durante meus dias, mas que aparentou ser super gostosinho de caminhar.

Centro de João Pessoa

Fomos, então, para o antigo Hotel Globo, que fica no centro histórico da cidade, um cantinho com construções super coloridinhas. O Hotel era super badalado entre as décadas 1930 e 1950, hospedando nomes como Procópio Ferreira, Bibi Ferreira e o ex-presidente Ernesto Geisel.

O que mais me chamou atenção naquele momento foi realmente o entardecer, pois além do céu alaranjado começar a se formar, o sol caia por detrás do Rio Sanhauá e eu fiquei deslumbrada com aquela paisagem, me tirou o fôlego. Senti toda a energia boa que estava pairando ao meu redor e só podia agradecer. Eu mal tinha chego em João Pessoa e já estava sendo agraciada com um momento lindo.o que fazer em joão pessoa

Lá na mesma rua do Hotel Globo que foi meu primeiro contato turístico na cidade está o centro histórico e importantes lugares para visitar.

Além do luxuoso hotel, você pode conhecer a Igreja de São Frei Pedro Gonçalves e caminhar para a Praça Anthenor Navarro, com casinhas super charmosas e coloridinhas. Há 15 minutos de caminhada dali encontra-se o Centro Cultural São Francisco, que conta com uma visita guiada bem interessante.

LEIA MAIS:
O pôr do sol em Cabedelo, na Paraíba

Praias do Litoral Sul da Paraíba
Barra de Mamanguape PB
O que fazer em Areia, na Paraíba
O que fazer em Cabaceiras, no cariri paraibano
Lajedo de Pai Mateus

Praia de João Pessoa

A cidade possui cinco praias principais, Praia do Seixas, Cabo Branco, Tambaú, Manaíra e Bessa, as outras, embora quase todos os turistas cheguem até elas partindo de JP, ficam em cidades vizinhas à capital paraibana.

A Manu, do blog Dona Viagem, elegeu as 5 melhores praias de João Pessoa, dá uma lida.

Eu mesma tive a oportunidade de tomar banho de mar apenas um dia por lá, na parte do Bessa, apelidada de Caribessa pois dizem que a cor da água no verão fica lindona, sendo o Caribe de JP. Segundo a Marne era o melhor lugar para nos banharmos de água salgada. Não existem quiosques por lá, a própria praia não fica na orla de uma avenida, o que torna o local um pouco menos movimentado, mas quando eu fui de final de semana, tinha bastante gente.

Caminhei durante duas noites entre as praias Cabo Branco e Tambaú, onde fica um agito mais legal para esse período, com famílias e jovens passeando, comendo nos vários quiosques que possui pela orla, tirando foto na placa EU ♥ JAMPA, conversando entre si, paquerando, fazendo exercício físico, enfim, uma energia muito boa. Me senti segura caminhando sozinha por lá, mas vale aquela máxima “sempre fique atento”. Por estarem na zona hoteleira, acredito que durante o dia sejam bem lotadas.

a praia de Manaíra é bem tranquilinha mas tem um motivo: em alguns pontos é imprópria para banho devido ao canal ilegal de esgoto, que não é sempre e nem em toda a praia. O visual dela é lindo, porém não recomendaram entrar na água. A Praia do Seixas tem a mística de ser a ponta mais oriental do nosso continente, sendo o pedaço de terra do Brasil mais perto da África, é pequena porém lota de excursões que saem para as piscinas naturais.

Aliás, existem inúmeros passeios de bate e volta sendo oferecidos, inclusive para outros Estados, afinal a Paraíba faz divisa com Pernambuco e Rio Grande do Norte por uma distância muito curta.

Visitei tudo por conta própria, mas também é oferecido por agências em forma de bate e volta saindo de Jampa, além de Itamaracá (PE), Porto de Galinhas (PE), Natal (RN) e Pipa (RN), o que pode ser uma alternativa para quem tem pouco tempo mas gostaria de conhecer vários Estados de uma só vez. A experiência não será completa, mas poderá ver os principais atrativos de cada lugar.

Outros passeios também super recomendados e que aí sim eu realmente acho que vale muito a pena fazer, são para as Piscinas Naturais do Seixas, Picãozinho e Areia Vermelha.

Claro que os três tem suas belezas, mas se tivesse que escolher apenas um, eu recomendaria as piscinas naturais. Pelo menos a mim foi o que mais agradou, embora o passeio para Areia Vermelha seja o mais bombado.

As piscinas naturais do Seixas ou de Picãozinho são passeios feitos de catamarã com paradas para mergulho, onde há a possibilidade de fazer snorkel nas águas cristalinas e ver peixinhos e toda a vida submarina presente naquele espaço. A saída só será realizada de acordo com a tábua da maré.

Já Areia Vermelha é um banco de areia no meio do oceano, que só é vista quando a maré está baixa e lá você pode ficar um tempo bem maior curtindo a “prainha” e tomando um belíssimo banho de mar com água também cristalina.

Como eu disse, se eu tivesse que optar apenas por um deles, faria o passeio das piscinas naturais, pois assim não precisaria gastar muito com comida, pois o tempo do passeio é reduzido pela metade, além do que, estava na cidade em Julho e a Areia Vermelha estava lotada todos os dias de maré baixa, o que me desanima pois não curto muito lugares lotados.

Você pode reservar esses passeios com grandes empresas (sairá mais caro), pode passear um dia pela orla de João Pessoa que muitas pessoas te abordarão com passeios mais em conta ou até mesmo ir até o local de onde saem os catamarãs e reservar um dia antes.

Eu recomendo esperar para reservar com, no máximo, uma semana de antecedência, assim eles já sabem como estará a tábua da maré e quais dias sairão os passeios. Se você reserva com muita antecedência, corre o risco de cancelarem e todo o seu planejamento da viagem poderá correr o risco de bagunçar. As saídas para as piscinas naturais do Seixas são realizadas da Praia do Seixas, já as de Picãozinho são pela praia de Tambaú. E Areia Vermelha tem acesso a partir da praia de Camboinha, no município de Cabedelo (14 km de Tambaú).

Onde comer

Eu acabei fazendo a maior parte das refeições na casa de Marne mesmo, inclusive um beijo pra mãe dela que cozinha muito bem! Porém, claro, peguei alguns lugares de referência para vocês.

Para comer comida regional de boa qualidade, um dos lugares mais tradicionais é o restaurante Mangai, localizado em Manaíra e muito bem avaliado pelo público. E claro, falando em nordeste, não deixe de experimentar as tapiocas da Feirinha de Tambaú. No quesito frutos do mar, o restaurante Nau Frutos do Mar é excelente e fica em Manaíra, contando, também, com ótimas indicações. Outra opção são os barzinhos que ficam na orla da praia.

Em João Pessoa, segundo minha amiga, existem muitas temakerias e o preço é bem legal comparado com o resto do Brasil, onde geralmente esse tipo de comida é mais cara.

Algo também que Marne diz chamar a atenção por não ser muito caro, como aqui em São Paulo, são as pizzarias, sugerindo, inclusive, a Pizza do Paulista, em Manaíra. Para quem prefere hambúrguer, a Pão com Gergelim é referência na cidade.

Nordeste é sinônimo de calor não é mesmo? E com certeza você vai querer tomar algum sorvete pela cidade. Duas marcas famosas em Jampa e que você pode experimentar são a Friberg e a Zibello, esta última fica em Tambaú. Eu acho que vale a pena pedir um sorvete de cada uma, afinal, para mim isso nunca é demais.

Outra opção para os dias quentes é o Açaí, eu sou louca por essa fruta e na capital paraibana é muito comum encontrarmos Açaiterias, bem frequentadas pelos locais, aliás. Dois lugares bem famosos são o Manaçaí, que contém além do açaí tradicional, lanches para vender. E um espaço mais moderninho é o Açaí Empório, com inúmeros ingredientes para servir junto do açaí.

No mais,eu morri de amores por João Pessoa e pela Paraíba toda que tive o privilégio de conhecer. Não é um destino tão procurado ainda, embora esteja na rota, pois o Nordeste possui nomes mais famosos. Porém, deem uma, duas, três, mil chances para a Paraíba porque ela irá te surpreender.

Apesar de lotado, ainda é um destino menos lotado do que a maior parte da região. Ah, e cuidado com o vento! haha Eu cansei de passar vergonha porque estava de vestido ou saia e elas levantavam a todo momento.


Caso queira procurar hospedagem em João Pessoa, indico fazer a busca pelo Booking.com. Toda reserva que você faz por um link aqui do blog eu ganho uma comissão, enquanto você não paga nada a mais por isso. E ainda ajuda a manter o Além da Curva no ar, com muitas novidades sempre.


 

 

Você pode gostar

16 Comentários

  1. Amei o post. Sou louco para conhecer as belezas de João Pessoa. E ainda mais que é cheio de história! Quanta informação e dica. Sensacional.

  2. Olá Juliana, gostei muito do seu post e da forma como você escreve. Realmente é uma pena que o turismo na Paraíba seja muito pouco divulgado. Parabéns pelo seu trabalho.

  3. Eu amei JP!! Acho uma das melhores cidades do Nordeste quando falamos em qualidade de vida, precisamos divulgar mais!!! E adorei suas dicas!!! Bem completo!!!

  4. Ju! EU adoro seus lindos posts! Esse não foge a regra!Mais uma vez, fico com vontade de conhecer um destino que ainda não estava na minha lista! Que óbviamente cresce, a cada post seu heheheh

  5. João Pessoa era uma cidade que eu nunca tinha pensado em viajar, não sei porque! Agora graças a você, já já estou fazendo as malas para lá!

  6. Ah Ju!! Primeiro: um dos meus sonhos é conhecer a Paraíba. Segundo: me identifiquei tanto com seu relato. É pra isso que viajo tbm. Essa conexão com.pessoas enriquece nossa jornada por esse mundo.

    1. Vai messsssmo então conhecer a Paraíba. Aqui no blog tenho alguns cantinhos de lá que visitei e fez a experiência dessa minha viagem muito única. Recomendo tudo de olhos fechados. E quanto as pessoas, sem elas para mim uma viagem não está nunca completa. Todos que aparecem em nosso caminho moldam a viagem de uma forma diferente né?

  7. Nossa, como viajar é bom de mais da conta, não? A gente conhece pessoas incríveis e ainda temos carta branca para visitar N destinos! Viajar pra mim tbm é isso, aliás, principalmente pra isso: conhecer pessoas!
    Amei seu jeito de descrever a Paraíba e as belezas do Nordeste!

  8. Ahhh que post delicioso! Estive em João Pessoa há 4 anos e amei! Me hospedei em Manaíra e também conheci o maravilhoso restaurante Mangai. Terra de gente hospitaleira e amorosa, ô saudade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *