Lugares para conhecer no Pará – Viajando sozinha

lugares-para-conhecer-no-pará

Eu já contei para vocês como foi viajar sozinha pelo Estado do Pará, numa viagem de 20 dias. Agora nesse post eu vou mencionar os lugares para conhecer no Pará, que escolhi para essa viagem solo que foi uma das melhores que já fiz.

O Pará é um Estado gigante, repleto de beleza natural, cultura, história, gastronomia boa e pessoas incríveis.

Escolher as cidades que visitaria nessa minha primeira viagem até lá não foi fácil. Gostaria de incluir muitos outros locais, mas precisei abrir mão de alguns por conta do tempo.

Por ser um Estado grande territorialmente falando, a locomoção entre algumas cidades era bem complicada e eu precisaria despender de mais tempo.

Ao final desse post faço uma menção às cidades que tinha colocado nos meus planos, mas precisei desapegar delas.

Lugares para conhecer no Pará: Belém

lugares-para-conhecer-no-pará

A capital do Pará não teria como ficar de fora dessa lista, não é mesmo?

Muito provavelmente ela será sua porta de entrada nesse Estado tão lindo e certamente merece alguns dias para visitá-la.

Você pode reservar três ou quatro dias para conhecer a cidade e ainda consegue fazer a maior parte das atrações a pé.

Uma das principais atividades em Belém é a de sentar e experimentar essa gastronomia tão diferente e deliciosa. Na verdade em qualquer cidade você consegue ter essa experiência, porém na capital do Pará com certeza encontrará mais opções tanto para o paladar, quanto para o bolso.

Pratos típicos como Tacacá, Vatapá, Pato no Tucupi e Maniçoba, são os mais famosos da culinária paraense. E claro, o açaí do Norte do Brasil, que é puro e totalmente diferente do que estamos acostumados aqui no Sudeste. Lá eles comem na refeição principal, junto com farinha de tapioca.

Ah, e nem pense em misturar fruta. Toda vez que se mistura fruta com açaí, um paraense é morto (foi o que me disseram). Parece muito com a cultura de não comer manga com leite daqui de São Paulo.

Falando em tantos sabores, não deixe de experimentar os sorvetes e sucos das frutas da região, são deliciosos demais. Tome o máximo que puder, porque acredite, você vai sentir falta quando voltar pra casa.

Falando em comida, sucos e doces, um dos locais imperdíveis de Belém é o Mercado Ver-O-Peso. Por lá você encontra de tudo um pouco: polpas de frutas, bombons recheados, peixes, castanhas, açaí, pimentas, farinhas, queijos, cachaças, carnes, óleos para todo tipo de cura e/ou mandinga, etc.

É uma verdadeira festa passear por ali. Eu mesma separei meu último dia de viagem para passar lá novamente e comprar algumas delícias para trazer pra casa como a cachaça de Jambu (ícone paraense), castanhas do Pará (mega baratas) e bombons de cupuaçu. Aproveitei para me despedir do delicioso suco de Taperebá também.

Do Ver-O-Peso, você pode conhecer a Estação das Docas, um local com artesanatos parecidos com o do mercado, mas com preços elevados e um ótimo local para descansar e apreciar o pôr do sol, enquanto toma uma Amazon Beer, a cerveja da amazônia, recomendada por muitas pessoas. Eu preferi tomar um sorvete.

Para quem gosta de museus e arquiteturas, não deixe de visitar a Casa das Onze Janelas, o Museu do Forte do Presépio, o Theatro da Paz e várias igrejas, como a Catedral Metropolitana de Belém e a Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré, a terceira Basílica do Brasil.

Se o teu negócio for áreas verdes e parques, o Mangal das Garças é um espaço para passar uma tarde inteira. Há também o Parque do Utinga, com trilhas para fazer e o Parque Emílio Goeldi que possui uma área grande de vegetação amazônica.

Separe um dia para visitar a Ilha do Combu, com vários restaurantes que te possibilitam atividades de lazer como tomar banho de rio, piscinas, trilhas e espaços de jogos.

A ilha fica a 05 minutos de barco de Belém.

Por fim, mas muito importante, em Belém procure algum local que toque Carimbó, para conhecer esse ritmo tão importante do Pará, que encanta muito. Divirta-se!

Se quiser saber mais detalhadamente o que fazer em Belém, veja esse post com meu roteiro detalhado de 3 dias na cidade.

Lugares para conhecer no Pará: Ilha do Marajó

lugares-para-conhecer-no-pará

Pegando um barco ou uma lancha no Terminal Hidroviário de Belém, entre duas ou três horas você chega na Ilha do Marajó.

Com 12 municípios – sendo alguns mais fáceis de serem acessados a partir do Amapá do que do próprio Pará -, os mais famosos e turísticos são Soure (capital da ilha) e Salvaterra.

Por serem cidades planas, são ótimas para alugar uma bicicleta e explorar a ilha.

Em Soure as principais atrações são a Vila e Praia do Pesqueiro, com dunas e coqueiros; a Praia da Barra Velha, com árvores de mangues e suas raízes expostas por todo o canto embelezando a paisagem ainda mais; os passeios por alguma Fazenda, para ver o pôr do sol, os búfalos (que estão em todo canto) e comprar produtos da região; e a Comunidade e Praia do Céu, que está sendo colocada agora como rota turística no Marajó, sendo bem mais isolada e, por isso, mais gostosa ainda de conhecer.

Ah, não posso deixar de citar o passeio de barco pelo mangue e igarapé, com direito a banho e caça ao turu, um molusco da região que eles comem.

Foi em Soure que eu conheci pela primeira vez o Carimbó e foi amor pra vida inteira. Por lá eles fazem rodas pra dançar e tocar, é só perguntar para qualquer morador, que eles com certeza saberão o dia e horário para você também curtir junto.

lugares-para-conhecer-no-pará

Já em Salvaterra, a maior atração é conhecer a Praia e Ruínas de Joanes. Uma praia bem distante, que possui um pouco de estrutura e águas mais calmas. E bem próximo à ela ficam as Ruínas da Igreja Jesuíta de Nossa Senhora do Rosário, do século XVII.

lugares-para-conhecer-no-pará

A Ilha do Marajó virou meu xodó, é um ótimo local para desacelerar, curtir o dia de maneira calma e conversar muito com pessoas de uma cultura totalmente diferente da nossa.

No blog tenho um post mais específico sobre o que fazer na Ilha de Marajó.

Lugares para conhecer no Pará: Ilha de Maiandeua

lugares-para-conhecer-no-pará

Esse é um dos lugares para conhecer no Pará e aproveitar para curtir o mar!

Ao contrário da Ilha do Marajó e de Alter do Chão, a Ilha de Maiandeua é banhada inteiramente pelo oceano.

Com um sinal para celular bem precário e ruas de terra batida, por lá com certeza você se desconectará das redes sociais e viverá dias de amor com a natureza.

A ilha é mais conhecida como Ilha de Algodoal, porém Algodoal é apenas uma das vilas que formam o arquipélago.

Chega-se até lá partindo de Belém, onde deve pegar um ônibus até a cidade de Marudá e dali um barco para Algodoal. No Pará, a maior parte das travessias se dá por barcos.

Fiquei hospedada em Algodoal, que é o local onde mais se tem opções para os turistas. Mesmo assim, quando fui estava tudo bem vazio, tinha eu e mais meia dúzia de pessoas de fora.

O local mais famoso é a Praia da Princesa, que é bem extensa e venta bastante. Curtir o dia ali é uma delícia, principalmente para quem ama tomar um banho de mar. Existem vários quiosques por lá, mas como a ilha estava deserta de turistas, quase todos estavam fechados.

Sentei no único que vi aberto, onde tinha um casal também e passei um dia mega agradável.

De lá eu queria ir para o Lago da Princesa, porém por estar sozinha e a ilha estar deserta, me recomendaram que não fosse.

Uma das outras vilas, a de Fortalezinha, também rende um ótimo dia de passeio.

Você pode ir até ela andando (só recomendo se tiver muito acostumado, pois a caminhada é beeem longa), pode contratar um barco de Algodoal direto para Fortalezinha (mas por eu estar sozinha essa opção sairia muito cara) ou pode pegar um barco até a Vila de Camboinhas e encontrar um moto-táxi para te levar até a Praia de Fortalezinha (e combinar dele te buscar na volta – torcendo para que ele volte porque não há sinal de celular), que foi o que eu fiz.

A praia aqui é bem rústica e você fica ainda mais isolado, do tipo que eu gosto. Por isso, é importante levar um lanche, biscoitos, frutas e água, pois não há nada para poder comprar.

Lá em Fortalezinha há, ainda, a Casa do Carimbó, um local muito legal de visitar para conhecer mais sobre o Carimbó, esse patrimônio da Amazônia. Ah, lá eles oferecem opções de hospedagem também. Eu certamente, se voltasse, ficaria no espaço deles.

Para saber mais detalhes sobre o que fazer na Ilha de Maiandeua, clique aqui.

Lugares para conhecer no Pará: Alter do Chão

Conhecido como caribe da Amazônia, Alter do Chão é o lugar mais buscado por turistas dentro do Pará.

lugares-para-conhecer-no-pará

A cidade mais próxima de Alter é Santarém, que possui um aeroporto próprio. Eu peguei um voo de Belém para Santarém. De lá você pode contratar um transfer, ir de táxi ou até mesmo de ônibus para seu destino final.

Há, também, a possibilidade de chegar de barco, saindo tanto de Belém quanto de Manaus. De Belém à Santarém são 3 dias de viagem. Gostaria muito de ter vivenciado essa experiência, porém não tinha tempo durante meus dias separados para a viagem.

Muitos dos passeios feitos por lá não ficam em Alter do Chão. São passeios de barcos que nos levam à vários destinos diferentes, a partir de Alter.

Eu agendei meus passeios pelo próprio hostel em que fiquei hospedada, foi muito mais tranquilo para mim, que viajava sozinha. Mas há a opção de contratar na própria Associação de Turismo Fluvial.

Alter é um local onde você encontrará pores do sol incríveis. O mais emocionante, para mim, foi ver o Astro Rei se despedindo atrás do Rio Tapajós.

dicas de viagem para alter do chao

Dos passeios, o melhor na minha opinião é para a Flona (a Floresta Nacional do Tapajós). São 11 km de trilha em vegetação primária e secundária. Encontramos várias espécies de flora, árvores com mais de 450 anos e uma Samaúma de 350 anos, com 50 metros de altura, que precisaria de 18 pessoas para conseguir abraçá-la. Por fim, ainda nos revigoramos com um banho em um lindo igarapé.

Há, também, o passeio para Arapiuns, que a galera do Globo Repórter dedicou um programa todo para divulgar Alter e esse passeio.

Outro bem requisitado é para o Canal do Jari, um braço do Rio Amazonas que promove o encontro dos rios Tapajós e Arapiuns.

Cada passeio desses tem uma série de paradas além do principal e dependem muito da rota que o barqueiro fará ou combinará com sua turma. Ás vezes os passeios que fiz junto com o Canal do Jari, outras pessoas fazem diferente. Tudo é questão de combinar antes os locais que mais querem visitar,

Tirando os passeios de barco, há também atrativos lá em Alter mesmo, que valem muito a visita. Como a Ilha do Amor, local mais famoso da cidade, que fica de frente para o centrinho numa travessia de 2 minutos de rabeta.

No fim da Ilha do Amor, tem uma trilha para a Serra da Piraoca, que garante aquele visual de tirar o fôlego.

lugares-para-conhecer-no-pará

Para saber melhor sobre todos os passeios de Alter do Chão com detalhes veja o post específico da cidade.

Cidades que não entraram no meu roteiro:

Afuá: conhecida como a Veneza da Ilha do Marajó.
Monte Alegre: que contém o Parque Estadual Monte Alegre.
Igarapé-Açu: onde fica o Balneário Lagoa Azul.
Alenquer: com formações rochosas e ruínas com um quê místico chamada de Cidade dos Deuses e Vale do Paraíso.


Esse post faz parte de uma blogagem coletiva entre blogs de viagens, com o tema: Destinos no Brasil. Então bora conferir os destinos que outros blogueiros elencaram:

_Expedições em Família: Sabará – o que fazer nesse Destino Brasileiro
_Viajante Comum: VIAJAR PELO BRASIL: 10 melhores destinos para explorar o país
_Across The Universe: Os atrativos do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros
_Destinos por onde andei…: O que fazer no Santuário do Caraça?
_Diário de Turista: Beco do Batman em São Paulo – dicas, fotos e como chegar
_Mapeando Mundo: Curitiba: tudo o que você precisa saber antes de viajar
_Vamos Por Aí: Melhores lugares para viajar em Goiás
_Entre Mochilas e Malinhas: Melhores destinos de inverno no Sudeste do Brasil
_Let’s Fly Away: Destinos de inverno Rio de Janeiro. 10 lugares frios no RJ
_6 Viajantes: Bonito com crianças: o que você precisa saber!
_Dani Turismo: Onde viajar no Brasil?
_3 Gerações e 1 mala: Serra Gaúcha: Conhecendo Veranópolis
_Viajante Econômica: Baixada Santista: o que fazer em Santos
_Vamos Viajar pra Onde Agora: O que fazer em Foz do Iguaçu
_Uma Viagem Diferente: 20 cidades para conhecer em Minas Gerais
_Mystras: Um dia em São Paulo
_Experiência Barbara: Roteiro pelo centro de São Paulo
_Chicas Lokas na Estrada: Destinos no Brasil: Invista no Turismo Nacional
_Se joga no roteiro: Destinos Brasileiros: Saiba o que fazer em Porto de Galinhas
_Viajante Móvel: Melhores Praias do Litoral Leste do Ceará
_Viajando com Sy: As melhores praias de Santa Catarina
_Recordações de Viagens: Cambará do Sul: atrações turísticas e outras informações sobre a cidade

Você pode gostar

24 Comentários

  1. Quantas coisas incríveis para ver, conhecer e experimentar no Pará! Tantas culturas e sabores. Sou louca pra conhecer Alter do Chão! Ótimo texto! Parabéns!

  2. Como nosso Brasil é lindo! E quantos lugares tenho para conhecer no Pará. Adorei suas dicas. Obrigada.

  3. Ju, adorei seu post. Esse lugar tem um toque especial para mim, pois é a terra do meu pai. E eu ainda não conheci, quero ir em breve e vou usar seu post como guia.

  4. Me apaixonei pelo seu texto e aumentou ainda mais a minha vontade de conhecer o Pará! Contando os dias para poder viajar!

  5. Adorei essa lista de lugares para conhecer no Pará. Morei 3 anos em Macapá e conheci alguns desses lugares. Inclusive o Afuá! Que vontade de voltar para conhecer todos.

  6. Bem legal essas dicas de lugares para conhecer no Pará. Já fui algumas vezes à trabalho para Belém e adorei a cidade, me surpreendeu. Quero conhecer as outras cidades desta lista agora!

  7. Muito legal este post sobre o Pará. Confesso que nunca havia pesquisado nada, mas como estamos nos preparando para uns dois anos de turismo dentro do Brasil, adorei descobrir esta mistura colorida de águas e culturas deste estado.

    1. Nossa, com certeza o Pará não pode ficar de fora desse seu panejamento de turismo dentro do Brasil, foi um dos lugares que mais senti conexão com a raiz brasileira.

  8. Que post incrível!!! O Pará não é um destino tão comum e esse seu roteiro de 20 dias parece perfeito. Tenho muita vontade de conhecer o estado, meus sogros já foram 2x e amaram, vivem falando que foi um dos lugares mais bonitos que eles já conheceram (e olha que eles conhecem muito do Brasil).

    1. Vou confessar que nunca tinha pensado ir para o Pará, mas seu post me fez mudar de ideia! Que lugar sensacional! Já anotei tudo para quando for! Parabéns!

  9. Visitei o Par,á no Carnaval de 2019, emendando alguns dias de férias. Um lugar incrível, onde pude perceber a simplicidade das coisas: voltei fascinada! Ainda não tive a chance de conhecer Alter do Chão.

  10. Adorei as dicas de lugares para conhecer no Pará. Você conseguiu aproveitar bastante nos seus 20 dias de viagem! Quanto tempo de carro entre Santarém e Alter do Chão? Estou encantada com os seus post sobre lá!

    1. Oi Lulu, de Santarém para Alter o trajeto dura um pouco mais de 30 minutos, você pode ir de carro, contratar algum serviço (transfer privado, táxi) ou pegar um ônibus. Bjs

  11. Quantas dicas maravilhosas, o Pará parece ser um destino e tanto. Morro de vontades de conhecer Alter do Chão, acabei de acrescentar agora outros destinos na minha lista

  12. Quantos lugares lindos para conhecer no Pará!
    Eu sou completamente doida para ir a Alter do Chão, e a Ilha de Marajó também me atrai muito!
    Acho que vou pirar provando os pratos típicos, tudo é tão diferente daqui do sul… 😀

  13. Quase visitei o Pará, porque minha irmã morava lá em Carajás, mas não consegui ir, porque ela se mudou para Minas. Mas o Pará ficou na minha cabeça, como um destino que quero muito conhecer ainda.
    Muito bacana suas dicas de lugares para conhecer no Pará, adorei, obrigada.

  14. Estou planejando conhecer o norte do Brasil, assim q pudermos viajar novamente e lendo seu post fiquei com mais vontade de explorar esses lugares do Pará. Quero muito conhecer Alter do Chão e a Ilha de Marajó.

  15. Pará e seus fascinantes lugares!! Voltei apaixonada por lá! Amei o blog e matei a saudades de vários locais que deixaram saudades!!

  16. Lugares para conhecer no Pará! Ahhhhh! Esse post foi uma flechada no meu coração! Eu amo o estado do Pará e quero ainda desbravar muito a região! Esse seu texto caiu como uma luva!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *