O que fazer no centro de Buenos Aires

O que fazer no centro de Buenos Aires

Buenos Aires é a capital estrangeira de melhor acesso para nós, brasileiros. Existem muitos voos para lá, promoções, é muito perto do Brasil e o clima é bem parecido com o nosso, por isso acaba sendo um dos nossos primeiros destinos internacionais. Esse post trarei dicas úteis sobre a cidade e também meu roteiro no centro de Buenos Aires e o que fazer nessa região. As outras atrações estarão em outros posts.

Eu tive uma experiência bem de turista mesmo na capital argentina e talvez por isso ainda sigo preferindo Montevideo. Porém não se engane, Buenos Aires tem muito charme e fuego, além de uma arquitetura realmente linda. Além de uma culinária incrível.

Aeroportos de Buenos Aires:

São dois: Aeroparque e Ezeiza. O primeiro foi o que eu utilizei, é pequeno e não tem uma boa infraestrutura, parecendo que estamos todos aglomerados, porém é o que fica dentro da cidade e com certeza o mais próximo da acomodação.

Já o segundo tem todo um planejamento que o tornou o principal aeroporto. Porém, ele fica em outra cidade, Ezeiza, tornando mais cara a ida do aeroporto para a hospedagem.

Moeda argentina:

A moeda da Argentina é o peso argentino. Compensa muito trocar seu dinheiro no Banco La Nacion. Encontrei um logo na saída do aeroporto Aeroparque e R$ 1,00 virou $ 5,40 pesos em dez/17.

Hospedagem:

Viajei com minha irmã e ficamos no Hotel Bys Palermo, no bairro de Palermo.

Foi um bom custo x benefício, é um local limpo e com café da manhã condizente com o padrão do hotel. A localização não é próxima a nenhum ponto turístico, mas utilizamos do metrô que está há algumas quadras de lá.

Para que você tenha mais opções e possa escolher um local ideal para se hospedar, vou deixar aqui o link do blog Mapa de Sonhos, onde a Roberta e o Leandro contam onde ficar em Buenos Aires.

Metrô em Buenos Aires:

Comprei o cartão SUBE do metrô em um kiosko e lá mesmo fiz a recarga. É bem simples e um cartão bastou para nós duas.

Esses kioskos estão por toda parte, juro. Você viu um aqui, andou dois passos e já encontra outro. A cada quadra tem um, então fique tranquilo.

Ah, nos kioskos você consegue, também, carregar chip de celular, mas ele precisa estar desbloqueado.

Cidade de Mendoza – muitas pessoas que vão à Buenos Aires ficam tentados a seguir caminho para Mendoza, uma cidade incrível e que possui muitas vinícolas e passeios diferentes. Se esse for o seu caso, recomendo que leia o post Canon del Atuel: turismo de aventura, do Blog Várias Viagens.

O QUE FAZER NO CENTRO DE BUENOS AIRES

Essa região central foi a que menos gostei de caminhar, era muito movimento e carros passando que não me agrada tanto. Além do mais, estávamos na calçada e várias motos atravessavam em nossa frente para andar nas calçadas mesmo.

Porém, como somos turistas, fica impossível não conhecer o centro de Buenos Aires, ele possuí muita história e resistência.

  • Obelisco:
    Entre a Av. Corrientes e 9 de Julho fica o monumento erguido em comemoração aos 400 anos da cidade com 67 metros de altura. Bem no coração da cidade na Praça de la Republica no centro de Buenos Aires, onde milhares de carros e pessoas passam diariamente para ir ao trabalho, estudar, fazer compras, comer, turistas, enfim.
    Para chegar aqui é só descer na estação do metrô Nove de Julho da linha verde. Junto ao Obelisco existe um Jardim Vertical marcado pelas iniciais da cidade.
    Por ali me pareceu ser um ponto de encontro de alguns jovens.
  • Plaza de Mayo:
    É a principal praça de Buenos Aires, onde acontecem os principais protestos da cidade. Inclusive ali, toda quinta-feira, podemos encontrar as Mães da Praça de Maio, mulheres que marcham por seus filhos que foram presos ou desaparecidos durante a ditadura militar do país.
    Elas caminham com faixas e lenços brancos na cabeça, simbolizando as fraldas de seus filhos que sumiram. Surgiu, também, as Avós da Praça de Maio, cujas filhas ou noras foram sequestradas grávidas. No site Latino Americana podemos entender melhor a história.
    Chega-se pelo metrô Plaza de Mayo da linha azul ou Catedral da linha verde.
  • Casa Rosada:
    Sede da presidência argentina, recebe esse nome justamente pela cor rosa de sua fachada. Nós apenas passamos em frente à ela, eu já estava irritada com toda a movimentação do centro urbano.
    Possui visitas guiadas nos fins de semana e feriados em espanhol e inglês e as reservas podem ser feitas aqui.
    Ela está na Plaza de Mayo.
  • Calle Florida:
    Uma rua enorme apenas para uso dos pedestres. Com muitas lojas, comércios em geral, ambulantes e bares/restaurantes.
    Os turistas adoram passear por lá e fazer compras.
  • Teatro Colón:
    Primeiramente, que prédio espetacular! Tudo bem que eu me apaixono por teatros muito fácil, mas esse é realmente lindo e referência mundial, inclusive.
    As visitas guiadas são realizadas todos os dias e as reservas podem ser feitas nesse site.
    O metrô mais próximo é o Tribunales da linha verde.
  • Palacio Barolo:
    Um dos lugares mais legais para quem curte arte e arquitetura. O predio foi pensado com base na Divina Comedia de Dante Alighieri e possui 22 andares, sendo esse o mesmo número de estrofes da obra.
    No palacio você vê as três partes da obra do poeta italiano: Inferno, Purgatório e Céu, retratadas na arquitetura e design do prédio.
    Você pode agendar vários tipos de visitas guiadas, sendo a diurna a mais comum. As reservas são feitas neste site.

Lembrando que eu mencionei as estações de metrô mais próxima de cada atração, mas se descer em um deles pode andar até todos os outros.

* Um passeio que acabei não fazendo ali pela região foi a Manzana de las Luces, mas fiquei com muita vontade depois que soube dele.

** É pelo centro de Buenos Aires que fica o famoso Café Tortoni.

Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
ITA 60 SMART INTER ITA 60 SMART INTER Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (COMPLEMENTAR) R$ 13/dia*
Intermac I30 Intermac I30 Assistência médica USD 30.000 Bagagem extraviada USD 350 (SUPLEMENTAR) R$ 11/dia*

PLANEJE SUA VIAGEM!

Toda reserva que você faz por um link aqui do blog eu ganho uma pequena comissão, enquanto você não paga nada a mais por isso. E ainda ajuda a manter o Além da Curva no ar, com muitas novidades sempre.

Então, que tal reservar?

Hospedagem com ótimos preços pelo Booking.

Aluguel de quarto ou apartamento pelo Airbnb.

Seguro viagem pela Seguros Promo.

Chip internacional com a Viaje Conectado.

Você pode gostar

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *