Conheça o Museu Memorial do Cerrado, em Goiânia

memorial do cerrado goiania

Disparado o lugar que mais gostei de conhecer em Goiânia, o Memorial do Cerrado merece uma visita (mesmo que você goste mais de outro canto da cidade). Eu poderia ter ficado o dia inteiro por ali, de tão interessante que esse museu é.

Visitá-lo foi uma viagem na história, desde os tempos mais primórdios até a colonização portuguesa no Centro-Oeste do Brasil. Por lá existe a parte de exposições, mas também muito verde e cidades cenográficas, nos levando a ter contato com a história de Goiás de uma forma muito diferente.

Ah, e dizem que em 2008 ele foi eleito o local mais bonito de Goiânia.

LEIA TAMBÉM:
O que fazer em Goiânia em 1 (um) dia

LOCALIZAÇÃO:
O Memorial do Cerrado fica no Campus II da PUC Goiás. Cuidado ao colocar no gps, porque ele pode te enviar para os fundos do museu, onde não há entrada. Coloque a direção da própria PUC mesmo e na entrada eles te informam para onde prosseguir.

Fomos de Uber e o carro pode entrar lá dentro, sem problema algum.

Por dentro do Memorial do Cerrado de Goiânia

São várias áreas pelo espaço do museu que podemos visitar.

Museu de História Natural:

Aqui podemos ver fósseis de 600 milhões de anos, uma floresta petrificada e vários cenários que compõem nossa Terra. Há animais empalhados em seus tamanhos reais e podemos observar melhor sobre a fauna e flora do cerrado.

Infelizmente quando fui visitar o Memorial do Cerrado, essa parte estava fechada. Por isso, não pagamos para entrar.

Seguros Promo

Espaço de Educação Ambiental Dalila Coelho Barbosa:

Um pequeno auditório com cadeiras e mesas para piqueniques, atividades educativas e rodas de conversas.

Trilha da Semente Peregrina:

Para entrar em contato com a natureza, dentro de uma reserva de floresta tropical e de cerrado, com cerca de 2 km de percurso.

memorial do cerrado goiania

Quilombo:

Podemos ver réplicas de um sítio geográfico e local de resistência quilombola existentes na região, onde a população africana e afro-brasileira ocupavam e organizavam durante sua luta contra a escravidão.

Aldeia indígena:

Conhecemos um pouco mais dos hábitos da aldeia Timbira, na qual seu espaço é circular e cada casa, chamadas de ikré, possuem acessos ao centro dela, onde realizavam várias atividades.

Normalmente as ikrés não possuem janela e cada uma é domicílio de um grupo.

Vemos animais e objetos pendurados no teto e nas paredes, e jarras de barro na entrada de algumas delas.

Vila Cenográfica de Santa Luzia:

Aqui eles reconstruíram em tamanho real uma vila dos primeiros colonos portugueses no Centro-Oeste, com escola, igreja, várias oficinas, prefeitura, cadeia, salão dançante (bordel), vendinhas e muito mais.

É bem legal porque ao mesmo tempo em que configura quase uma viagem no tempo, eu, que venho de cidade pequena do interior, consegui me relacionar com muitos objetos e locais que faziam parte da minha infância, mesmo que já modificados, pois a essência estava ali.

Fazenda Baraúnas:

Podemos visitar o cenário de uma fazenda tradicional com seus objetos de trabalho, aqueles fornos de barro, locais onde faziam rapadura e tantos outros produtos, além da própria casa.

Horário e valor da entrada:

Funciona de terça à domingo, inclusive feriados, das 08h às 12h e das 13h às17h.

Como mencionei lá em cima, quando visitei o Memorial do Cerrado de Goiânia, ele estava em reforma, então não pagamos a entrada.

Porém, seu valor em dias normais é de R$ 12,00 inteira e R$ 6,00 meia-entrada.


Esse post faz parte de uma blogagem coletiva entre blogs de viagens, com o tema: MUSEUM WEEK, uma semana em que celebramos museus ao redor do mundo. Então bora conferir os museus que outros blogueiros visitaram:

Uma Viagem Diferente: 10 Museus em Buenos Aires para seu roteiro
→ Expedições em Família: Museus em Belo Horizonte que você precisa conhecer
Across The Universe: Uma visita ao Museu Inhotim, em Brumadinho
Experiência Barbara: Cultura Inca: dois museus com algo em comum
Let’s Fly Away: Museu de Belas Artes RJ: grande acervo brasileiro [museum week]
Viajante Móvel: Museus Online no Brasil
6 Viajantes: Visitando o Museu Imperial em Petrópolis no Rio de Janeiro
Chicas Lokas Na Estrada: Conheça o Museu Casa Guimarães Rosa
Me Leva Viajar: 10 Museus russos para visitar on line durante a Quarentena
Pelo Mundo com Manu: Museus Brasileiros para conhecer de Casa
Dani Turismo: Museu Marítimo e Presídio de Ushuaia
3 Gerações e 1 Mala: Galleria degli Uffizi
Destinos por onde andei…: Metropolitan Museum of Art, o imperdível de Nova York
Entre Mochilas e Malinhas: 3 Museus para entender a História da Argentina
Mapeando Mundo: Cinco museus para visitar sem sair de casa

Encontre sua hospedagem em Goiânia

Booking.com

Toda vez que viajo, minha primeira opção para buscar hospedagem é o Booking.com, um site que é queridinho de muitos outros viajantes também.

Por lá podemos comparar os preços de várias hospedagens, desde um hostel até grandes redes hoteleiras, além de verificar tudo que cada acomodação oferece ao hóspede.

Há muitas opções de hospedagem com cancelamento gratuito, o que, particularmente, eu gosto demais e dou prioridade na hora de realizar minha reserva.

Outra coisa muito bacana, é que quanto mais você reserva por lá, vai conseguindo maiores descontos nas próximas vezes com o programa de fidelidade da Booking, o Genius.

Gostou desse post? Salve essa imagem no Pinterest para não perder as dicas!

Você pode gostar

18 Comentários

  1. Nossa, eu me apaixono por Museus assim, com interação com o ambiente e verde na sua composição de cenas. Adorei conhece-lo por esse post, e espero um dia poder conhecer pessoalmente.

    1. Que lugar incrível esse Memorial do Cerrado! Bem do jeito que gosto, meio museu meio passeio ao ar livre. Meus filhos adorariam esses locais onde é possível ver como as pessoas viviam antigamente, eles amam isso. Adorei o post!

  2. Que interessante o Museu Memorial do Cerrado em Goiania. Legal combinar conhecimento e informação com Natureza. Poder passear por uma trilha e ter um contato vivo com o cerrado enriquece demais a esperiência.

  3. Que museu mais encantador. Não conhecermos nada em Goiânia ainda e já quero muito ver esse Museu do Cerrado!

  4. Memorial do Cerrado é um dos museus mais fantásticos de Goiânia. Uma pena que poucos exploram a cidade com esse interesse que você teve. Geralmente as pessoas procuram mais feiras, bares, festas e shows. Pois por mim, continue produzindo mais conteúdo maravilhoso como esse por aqui!!

  5. Que incrível este Museu do Cerrado, ainda não fui a Goiânia, mas como adoramos locais interativos, este com certeza estará na nossa lista.

  6. Sou apaixonada pelo nosso Cerrado Brasileiro e esse museu é maravilhoso. Adorei visitá-lo novamente através deste seu post bem detalhado.

  7. Não sabia da existência desse museu. Achei super interessante e já fiquei animada em visitar Goiânia e levar os pequenos quando essa quarentena passar. Uma ótima dica!

  8. Já fui 2x para Goiânia, mas acabo não ficando na cidade, que é uma pena! Fiquei bem curiosa com a cultura local e com vontade de permanecer uma noite na cidade para conhecer o museu. Obrigada por compartilhar as sua história.

  9. Que bacana este museu, adorei saber de sua existência, ainda mais por ser o local mais bonito de Goiânia, foi pra lista já, rsrs. Beijos.

  10. Que graça este museu! Adoro estes museus históricos que reproduzem os vilarejos antigos! Dá pra gente ter uma noção de como eram as coisas na época! Adorei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *