Dicas de Montevideo – O que saber antes de ir

dicas de montevideo

Eu sou simplesmente apaixonada pelo Uruguai, já havia lido muito sobre o país, e na primeira oportunidade peguei minhas milhas e fui botar em prática todas as dicas sobre Montevideo e cidades ao redor que tinha pesquisado. E só fiquei ainda mais encantada.

Uma das coisas que mais abraçaram meu coração foi caminhar pela cidade e perceber como eles são engajados politica, social e culturalmente. O “paisito”, como é conhecido o Uruguai, para mim é gigante! Ele é o menos corrupto da América Latina e o povo leva muito a sério ser um país laico na sua Constituição.

Dá para ver o quanto eles são engajados em um mundo mais igualitário. Acredito que, de todas as atrações do Uruguai em si, respirar sua cultura em termos de princípios e moral é dar um salto na evolução humana.dicas de montevideo

Outra coisa que me encantou na cidade é a maneira como seus moradores ocupam cada espaço dela. Em Montevideo a rua é do povo! E eles não pensam duas vezes para sair de dentro de casa, encontrar um lugar público para sentar e tomar seu mate (espécie de chimarrão) com os amigos, recebendo a luz do sol em seu corpo.

A avenida 18 de Julio tem uma certa agitação de cidade grande, mas se você vira para as calles (ruas) que cruzam a avenida, sentirá uma tranquilidade boa do interior. Sem falar que a maioria das calles são todas presenteadas com grandes árvores que embelezam nossa caminhada.

De tanto amor que tive pela capital uruguaia, somente uma coisa não me agradou: tem muito pombo na cidade e não é exagero. Eu nunca havia visto tantos pombos num lugar só, nem mesmo na Praça da Sé, aqui em São Paulo.

REAL X DÓLAR X PESO:

A moeda oficial do Uruguai é o peso uruguaio. E ao contrário de muitos países, ali é um ótimo local para usar o cartão de crédito em restaurantes.

Isso porque existe a devolução do imposto IVA em 18,5% sobre o serviço turístico prestado. Geralmente na nota da compra vem o preço e o valor que será descontado na sua fatura, só ficar de olho. Além da parte alimentícia, você também pode obter esse desconto caso alugue um carro no Uruguai, desde que pague com o cartão de crédito. Essa é uma das dicas mais legais e que é bom ficar de olho ao usufruir de restaurantes em Montevideo.

Sempre ficamos na dúvida se levamos dólar ou real para fazer a troca, e pra falar a verdade acho que não vale a pena trocar o real para o dólar e depois o dólar pelo peso uruguaio. Fiz as contas quando viajei e ia sair perdendo. Só vale se você já tiver dólar de outras viagens com você.

Como mencionei a Av. 18 de Julio ali em cima, já deixa eu dizer: lá possui as melhores cotações da moeda. Existem várias casas de câmbio. Ande um pouco pela avenida sem pressa, pesquisa a melhor taxa de câmbio do dia e faça a troca.

Aconselho, porém, a levar do Brasil algum dinheiro já trocado para emergências, e tentar não fazer a conversão no aeroporto, apenas se for muito necessário.

AEROPORTO DE MONTEVIDEO

O aeroporto não fica muito perto do centro, então você precisará desembolsar uma graninha para chegar em sua hospedagem.

A opção mais barata é o ônibus que custa $ 55 pesos (out/16). Você pode pedir informação no balcão turístico que fica dentro do aeroporto dizendo para onde precisa ir que eles irão te ajudar. Te entregam um mapa e dão os números dos possíveis ônibus a se pegar, até desenham a rota de cada um para você.

Outra sugestão é utilizar do aplicativo Uber, que funciona igualzinho o daqui, sendo bem mais barato do que pegar táxi. O aeroporto conta com Wi-fi grátis, podendo fazer a solicitação numa boa.

Chegamos na opção menos viável, porém rápida e confortável, que é o táxi. Eu realmente acho que não vale a pena, perguntei quanto sairia a corrida até o meu destino e daria $ 1400 pesos.

Veja o tamanho do rasgo que seu orçamento aguenta e o quanto de comodidade você precisa, e faça sua escolha.

ONDE SE HOSPEDAR

Eu fiquei hospedada no Hostel Che Lagarto e adorei.

Fiquei em um quarto compartilhado feminino que era bem espaçoso e confortável. O locker ficava embaixo da beliche e coube meu mochilão de 65 litros, sobrando espaço, aliás.

O banheiro do quarto era ótimo, num tamanho legal e limpo.

O café da manhã era bem simples, com café e bolachas. Em compensação o Wi-fi pegava absurdamente bem e a recepção era muito simpática e prestativa. Tudo que precisasse eles ajudavam e davam recomendações.

Achei a localização boa, atrás da Av. 18 de Julio, de onde pode-se pegar ônibus para qualquer lugar. Aliás, fiz muitas coisas a pé.

DICAS PARA SE ALIMENTAR EM MONTEVIDEO

Montevideo não é uma cidade barata quando se trata de alimentação, acho que o preço é bem parecido com o de São Paulo e Rio de Janeiro.

A dica é sempre tentar fugir da zona turística e procurar restaurantes em locais que não tenham atrações que visitantes de fora vão conhecer. Assim paga-se menos e come-se bem, afinal, o prato individual no Uruguai é enorme e muito farto.

Pergunte aos locais onde eles costumam comer na cidade, com certeza elas vão para lugares com preços bem melhores do que os restaurantes turísticos.

Não estou dizendo que os restaurantes de lugares frequentados por turistas são ruins, pelo contrário. Apenas estou dando uma dica caso precisem economizar, como era o meu caso.

Um local bem conhecido para almoçar que está em todos os guias com dicas de Montevideo é o Mercado del Puerto, que dizem ser o melhor lugar para comer a parrillada uruguaia (vários tipos de carnes vermelha, linguiça e frango). Porém é um espaço MEGA turístico, o preço é exorbitante e eu não achei que valeu a pena.

No Mercado del Puerto você só encontra estrangeiro, até porque os navios de cruzeiros param ali perto, sendo o mercado um ponto certeiro que os passageiros do navio passarão. Lá tem tudo quanto é souvenir para presentear a família e amigos. Os restaurantes parecem todos iguais, no mesmo padrão.

SEGURANÇA

Saí duas noites em Montevideo, voltando tarde para o hostel. E nessas duas vezes eu me senti tão tranquila que nem parecia que estava em um país da América do Sul.

As ruas estavam vazias e no primeiro dia eu fiquei bem receosa do horário que estava voltando, era madrugada. Maria, uma paraibana que mora em Montevideo e conheci na cidade no meio do Candombe me tranquilizou dizendo que não precisava ter tanto medo quanto eu estava tendo.

Ainda assim fiquei receosa, principalmente quando, no meio do caminho, me despedi de Maria para seguir o caminho de meu hostel. Mas Montevideo é tão incrível que me fez chegar feliz da vida porque passei por alguns pontos onde haviam vários homens na rua e nenhum mexeu comigo! O que me preocupa por ter ficado feliz com isso é que não é algo que deveria me deixar bem, deveria ser algo que eu nem precisaria me preocupar em lugar nenhum.

Foi impactante as 03 horas da manhã, andar sentindo aquela segurança toda. Me senti muito mais segura do que em São Paulo.

Claro, não digo isso para que fiquem relaxados demais e deem mole na rua, o cuidado e a atenção devem estar presentes em todos os lugares. Apenas quis comentar pra gente perceber que a América do Sul não é esse poço de insegurança que pintam por aí. Existe lugares muito bons também.

DICAS SOBRE A RODOVIÁRIA DE MONTEVIDEO

A capital uruguaia foi o centro de minha viagem, pois eu queria ir para mais duas cidades que ficavam em lados opostos: Cabo Polonio e Colonia del Sacramento. E Montevideo fica entre essas duas.

Por esse motivo acabei ficando muito amiga da rodoviária Tres Cruces, que abriga um shopping nos pisos superiores.

Lá na rodoviária tem guichês de todas as empresas e eu sempre comprei minhas passagens na hora, porque podia ir cotando de balcão em balcão os melhores preços e horários. Se não me engano em todas as vezes viajei com a empresa COT que era o melhor custo x benefício. Alguns ônibus possuíam Wi-fi, outros não, era sorte. Os veículos eram bons, confortáveis e novos.

Da rodoviária sai também um ônibus da COT em direção à Punta del Leste que para no aeroporto e pode ser mais uma opção na hora da volta pra casa.

Ir embora de Montevideo me deu um aperto no peito e quero muito voltar pra essa cidade tão bonita, repleta de cores e de vida. Espero que possam aproveitar essas minhas dicas de Montevideo. No próximo post conto o que fazer por lá.


Caso queira procurar outras hospedagens em Montevideo, indico fazer a busca pelo Booking.com. Toda reserva que você faz por um link aqui do blog eu ganho uma comissão, enquanto você não paga nada a mais por isso. E ainda ajuda a manter o Além da Curva no ar, com muitas novidades sempre.


Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AC 35 INTER + TELEMEDICINA AC 35 INTER + TELEMEDICINA Assistência médica USD 35.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 12/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*

Você pode gostar

16 Comentários

  1. Adorei seu post cheio de dicas e informações. Tenho muita vontade de conhecer a capital uruguaia. Vai me ser muito útil!

  2. Ainda não fui para montevidéo, mas quero ir. Eu quase fui à alguns anos atrás, mas ouve uma mudança de planos. Quase fui novamente passado, mas ouve outra mudança de planos. Mas ainda irei. E já sei aonde pesquisar as coisas. Aqui. hehehe

    beijos!

  3. Ju, eu sou suspeita para falar do Uruguai, amo demais! Em minha lua de mel alugamos um carro em Montevideo e seguimos pelo litoral passando por Canelones, Punta Ballena, Punta Del Leste até Punta Del Diablo e fizemos também parte do interior, como Maldonado. Voltei apaixonada!

  4. Sempre ouço falar muito bem de Montevideo e tenho muita vontade de conhecer! Quantas horas de ônibus até Cabo Polonio e Colonia del Sacramento? Beijoss e parabéns pelo post

    1. O Uruguai é um país incrível, vale a pena ver com os próprios olhos. Até Cabo Polonio, se não engano, foram umas 03 horas e meia de ônibus e pra Colonia foram umas 02 horas e meia.

    1. Oi Andrea, ele é realmente ótimo e faz valer a pena utilizar cartão de crédito mesmo com o iof. O desconto vem automaticamente, no recibo do cartão você consegue o desconto já aplicado.

  5. Ju, adorei as suas dicas completinhas! Minha meta para o próximo ano é explorar mais a América do Sul e, com certeza, seu post será muito útil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *