Como chegar na Ilha do Campeche em Floripa

como chegar na ilha do campeche

Reservei um dia para conhecer um dos lugares que eu tinha mais ansiedade para visitar: a Ilha do Campeche em Florianópolis. E foi a Escape Floripa que agendou o passeio de barco até lá, pois eu não fazia ideia de como chegar na Ilha do Campeche até então.

O agendamento é mega importante porque tem limite de pessoas para entrar, a Ilha abriga uma importante parcela do patrimônio arqueológico do Estado de Santa Catarina. Para conservar o lugar, várias associações dividem a gestão da ilha que é tombada pelo Iphan.

Como chegar na Ilha do Campeche – Passeios de Barco:

A Ilha fica localizada em frente a Praia do Campeche, outro lugar muito bem frequentado em Florianópolis. Existem 03 locais por Floripa nos quais você pode embarcar para chegar na Ilha do Campeche:

  • A partir da Praia do Campeche, em botes infláveis, com o trajeto mais rápido (10 a 15 minutos) e também o mais caro, entre R$ 130 a 180,00.
  • A partir da Praia da Armação em barcos de pescadores, durando entre 30 a 40 minutos e sendo o mais barato, em torno de R$ 100,00.
  • A partir da Barra da Lagoa (onde eu peguei), em barcos fechados e grandes, com o maior tempo de trajeto que fica entre 01 hora e 01 hora e 20 minutos, e pagamos R$ 120,00 por pessoa. Aqui eles ofereceram água e frutas tanto na ida quanto na volta.

Lembrando que os valores podem alterar de acordo com a época em que a visita acontecer. A Escape Floripa trabalha com saídas para a Ilha do Campeche de todos os três locais e podem agendar para vocês, além de te pegarem em sua acomodação caso precisem.

O barco que pegamos saía as 10 horas, lembrando que é bom chegar com antecedência no local de embarque. Chegamos umas 11h00 na ilha e o barco retornou as 15h00 para nos apanhar.

Restaurantes na ilha

Lá na Ilha do Campeche existem apenas dois restaurantes e nenhum aceita cartão, portanto levem dinheiro. Uma coisa que eu e a Gi fizemos foi pegar as frutas que estavam dando no barco e levar para comer na praia junto com os lanches que levamos do hostel, assim não precisamos gastar nos restaurantes que são caros.

A ilha tornou-se lar de quatis, além de outros animais, que foram inseridos por ali para exterminar escorpiões e servir de caça aos pescadores.

Com o tempo os outros animais foram eliminados com a mudança de objetivo da Associação Couto de Magalhães que cuida da Ilha.

Porém os quatis continuaram por lá e é muito importante você tomar cuidado com seus pertences. Vimos os animais rasgando sacolas plásticas de algumas pessoas, xeretando nas bolsas alheias e saindo correndo com objetos e lanches.

Trilhas

Por lá existem várias trilhas que são sempre feitas com monitores e precisa agendar assim que chega na Ilha do Campeche, pagando apenas em dinheiro.

São trilhas terrestres e subaquáticas, que passam por costões, sítios arqueológicos e monumentos rochosos, e os preços variam de R$ 15,00 a 60,00. Leve tênis caso tenha a intenção de trilhar.

Eles são mega responsáveis e cuidadosos com a ilha, não permitem uma série de atos que possam contribuir com a má preservação dela.

Os monitores (de camisa azul) sempre chamavam a atenção das pessoas que tentavam subir nas pedras, pois isso também é proibido por lá. Quando chegamos na ilha, um monitor reuniu o grupo que desembarcou e passou todas as regras pra gente, pois o ecossistema ali é bem vulnerável.

Inclusive na Ilha do Campeche não há lixeiras, então guarde seu lixo e leve embora contigo.

Como é a Praia do Campeche?

Agora sem mais delongas, vamos falar sobre a praia e se realmente vale a pena.como chegar na ilha do campeche

A areia é bem clarinha e a água tem cor que varia entre o verde e o azul turquesa, lindo demais, com uma transparência incrível e águas calmas para ficar nadando tranquilamente. Nos restaurantes existem cadeiras de plásticos para sentar, mas a maioria leva de casa cadeiras de praia ou utiliza cangas.

Aliás, recomendo levar cooler, guarda-sol, cadeira de praia ou canga, pois não encontra nada por lá. Não levamos guarda-sol, mas conseguimos encontrar um cantinho do lado esquerdo que as árvores faziam sombra.

Eu amei a praia da Ilha do Campeche, ainda mais porque a água estava tranquilinha e deu pra aproveitar muito, porém achei mega caro para chegar até lá. Se vale a pena ou não, vai depender muito do quanto você pode e está disposto a gastar.

Florianópolis possui praias lindíssimas e eu conto um pouco sobre o Leste da Ilha nesse post, se você achar que vai ficar pesado ir até a Ilha do Campeche, terão outras praias para aproveitar.

 

 

* Agradeço a Escape Floripa que nos forneceu como cortesia um passeio pelo Leste da Ilha de Florianópolis e agendou esse passeio pela Ilha do Campeche. Por favor, veja a política do blog para mais informações.

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *