O que comer em Buenos Aires – Argentina

O que comer em Buenos Aires

A capital argentina tem um polo gastronômico incrível. Durante a minha pesquisa sobre Buenos Aires percebi que tinham certas comida que não poderia deixar de comer e você também deveria levar em consideração tudo o que colocarei nessa listinha.

Achei Buenos Aires mais cara que Montevideo em termos de preços de restaurantes.

1. Empanadas – El San Juanino:
Restaurante especializado em empanadas. Pedimos 2x Carne Picante e 2x Presunto e Queijo, que estavam ótimas. Também experimentamos a Provoleta que estava muito saborosa e pedimos 2 Pepsi. A conta deu $ 376 pesos. Visitei a casa da Recoleta, que talvez seja a mais próxima da zona turística, mas existem outras duas em Buenos Aires.
2. Massas – Olivetti:
Esse foi um achado, na verdade. Estava fazendo um tour pelos parques de Palermo, ficamos com fome e fomos andar procurando algo legal até encontrarmos essa Trattoria. Pedimos um Gnocchi di Rucula cada uma e ele estava absurdo de bom, também pedimos 2 Cocas. A conta foi salgada no valor de $ 690,00 pesos. Aqui cobraram o “cubierto” que é a taxa de serviço de mesa.O que comer em Buenos Aires
3. Bife de Chorizo – La Cabrera:
O bife de chorizo é o miolo do contrafilé e carro chefe da culinária argentina. Esse restaurante ficar em Palermo e é bom fazer reserva antecipada porque costuma lotar. A carne desfaz na boca, porém achei grande e um prato daria para eu e minha irmã dividirmos numa boa. Não lembro quanto custou porque perdi o recibo, mas não foi barato.
4. Hambúrguer – Burger Joint:
Um local super descolado, cheio de rabiscos na parede onde podemos assinar nossos nomes e muitas placas diferentonas. É um lugar jovem e com um hambúrguer mega gostoso. Tem um combo que vem com cerveja, mas eu não curto e peguei apenas o lanche mesmo. Os dois hambúrgueres custaram $ 360 pesos.
5. Café Tortoni:
Embora eu não tenha feito questão de conhecer, um clássico não é um clássico a toa, né? Se tiver disposição, tenho certeza de que vale a pena passar por lá e tomar um café.
6. Milanesas:
A carne empanada que também comemos no Brasil é sucesso entre os hermanos que comem os bifes de várias maneiras diferentes. Uma casa que me foi muito bem recomendada e é especialista no assunto é o El Club de La Milanesa que possui vários restaurantes pela cidade.
7. Sorvete:
Tomei alguns pela cidade (sempre pegando uma bola de doce de leite). Alguns lugares não anotei o nome nem preço, porque eu realmente parava em toda esquina que havia uma sorveteria.O primeiro que consigo lembrar é o, já conhecido, Freddo, que tem lojas aqui no Brasil. Paguei $ 279 pesos em 1kg de sorvete.Agora, o meu amorzinho, que conquistou meu coração, foi o Lucciano’s. Que sorvete incrível! Recomendo muito. Tem em vários pontos de Buenos Aires, mas o que experimentei fica em Palermo. Foram dois sorvetes pesando 1/4kg por $ 247 pesos. Eles tem sorvetes de massa e de picolé.
8. Alfajor e Doce de Leite:
Não tem como visitar Buenos Aires e não comer ao menos um alfajor. Existem em trocentas lojas, kioskos e mercados. Se puder vá experimentando todas as marcas, assim sentirá a diferença e poderá escolher seu preferido. Eu sou viciada em doce de leite, então experimentei vários mesmo. As marcas que eu mais gostei foram: Cachafaz, Abuela Goye e a conhecida Havana.
9. Torta Rogel:
Esse eu acabei nao comendo, mas foram muitas recomendações e acabei me arrependendo. Trata-se de um doce com várias camadas de uma massa parecida com a folhada e muito doce de leite. Não tem como dar errado.
10. Medialunas:
É um croissant sem recheio, na versão doce e salgada. Fiquei muito apaixonada e comia toda manhã no café da manhã do hotel.
Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 10/dia*
AT 40 INTER AT 40 INTER Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*
AT 60 INTER AT 60 INTER Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.500 (COMPLEMENTAR) R$ 38/dia*

Você pode gostar

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *