10 lugares para conhecer entre Ipanema e Leblon

“Olha que coisa mais linda mais cheia de graça…” – fica impossível caminhar por Ipanema e não cantarolar esse hino do Rio de Janeiro em nossa cabeça ao menos uma vez na vida. A gente se sente em uma novela, provavelmente de Manoel Carlos, quando anda por ali. Ainda mais porque o Leblon está lá, coladinho em Ipanema, fazendo com quem ande pela orla da praia, confunda os dois bairros.

Aqui separo 10 coisas para fazer e conhecer nesses dois conhecidíssimos bairros do Rio de Janeiro.

1. Praia do Arpoador + pôr do sol:

Uma praia bem pequeninha, que fica entre a Praia do Diabo e a Praia de Ipanema, bem requisitada por surfistas que gostam das ondas ali presente.

Porém, a cobiça dos turistas pela área não é bem pela praia em si, mas sim pelas pedras onde podemos sentar, abrir um biscoito Globo, tomar um mate e apreciar um pôr do sol inesquecível. A vibe é tão “good” que até aplaudem a despedida do Astro Rei. Ponto imperdível mesmo, não pode deixar de fora esse momento.

Espero que o tempo esteja bom quando for, eu já peguei alguns cenários distintos ao longo dos anos visitando a cidade maravilhosa.

2. Estátua Tom Jobim:

Assim como Copacabana é “lar” de Drummond e Caymmi, nada mais justo do que Ipanema homenagear o eterno apaixonado pela “Garota de Ipanema”, Tom Jobim. Logo no começo da praia, assim que sair do Arpoador, você poderá encontrar a estátua do cantor e compositor.

3. Feira Hippie de Ipanema:

Uma feira que vale muito a pena conhecer, funciona todos os domingos das 07 as 19 horas.

O começo foi em 1968, em plena ditadura militar. A Praça General Osório se tornou um ponto de encontro para artistas plásticos e artesãos. Uma das características mais marcantes são os hippies e mochileiros vindos de diversas partes do Brasil e do mundo envolvidos com o movimento hippie da época. No início, os expositores não tinham barracas; colocava-se um pano no chão e cada um colocava seus trabalhos de forma bem espontânea. Na verdade era como se fosse uma grande família, todos se ajudando mutuamente. Com o passar dos anos a feira com seus pintores e artesãos e toda aquela diversidade de trabalhos tornou-se conhecida internacionalmente, sendo visitada por turistas e apreciada por todos, ela confere um toque especial à Cidade Maravilhosa. (via site oficial)

4. Toca do Vinicius:

A primeira vista, uma livraria e loja de discos que vai te surpreender com muita historia da Bossa Nova. Acredito que valha muito a pena dar uma passadinha pra conhecer, conversar com o proprietário que irá te contar muitas curiosidades e apreciar um pedaço da nossa cultura.

A pequena loja fica no bairro de Ipanema a alguns passos do Bar Garota de Ipanema onde nasceu a famosa canção. Um passeio nem tão conhecido mas muito gostoso de fazer.

LEIA MAIS:
Onde ficar no Rio de Janeiro – dicas de hospedagem
05 coisas para fazer em Copacabana
05 passeios imperdíveis no Bairro da Urca
Como chegar na Ilha de Paquetá

5. Praia de Ipanema:

Ipanema é uma praia super badalada, impossível de encontrar vazia em qualquer época do ano. Muitos hoteis e hostels estão espalhados pelo bairro e pela orla. Entre aqui e Copacabana, prefiro Ipanema para tomar banho de mar.

A praia leva uma fama de em cada posto ser encontrado um tipo de “tribo”. Explico: os primeiros postos do bairro, de números 08 e 09, dizem ser para um público mais jovem, LGBTQ+, legalize e good vibes. Já o último posto de Ipanema, o 10, dizem que é mais frequentado por moradores da região. Mas essa regra não fica tão bem aplicada em tempos de feriados e datas comemorativas onde muita gente frequenta a cidade e se instala no canto que puder.

6. Praia do Leblon:

O canto que eu mais gosto de aproveitar entre as principais praias da zona sul, definitivamente é o do Leblon, marcado pelos postos 11 e 12. Geralmente é um pouco mais tranquilinho que o resto da praia que divide na Av. Niemeyer.

Além disso, no final dela existe um mirante em um deck de onde se tem uma bela visão até do Arpoador.

7. Comer um bolo no Colher de Pau:

Dizem as boas (ou más – não sei) línguas que é um dos melhores brigadeiros do Rio de Janeiro. Eu já comi, achei gostoso mas não derreti de amores.

De qualquer maneira, a casa de confeitaria é referência no bairro e se você for uma formiguinha, vale a pena experimentar e escolher de qual lado está: dos que acham o melhor bolo do mundo ou dos que já experimentaram melhores.

Dica: peça bastante calda no bolo! E se possível, sente e tome um café. Para ver o cardápio, clique aqui.

8. Trilha do Morro 2 Irmãos:

Eu nunca fiz, mas dizem que a trilha é de nível fácil a moderado, possui um 1,5 km de percurso e conta com uma vista da orla das praias da zona sul de tirar o fôlego, além de outros visus maneiros que terá lá de cima.

Aliás, qualquer trilha no Rio de Janeiro irá te presentar com uma vista linda. A trilha começa no campo de futebol da comunidade do Vidigal e a melhor maneira de chegar até ali é de moto táxi. Existem várias agências que também fazem o trajeto guiado.

Não esqueça de passar protetor solar, usar calçado e roupa apropriados, levar água e lanche, e contemplar a natureza bela da cidade maravilhosa.

9. Café da manhã no Espaço 7zero6:

Localizado na orla da praia de Ipanema, o Praia Ipanema Hotel possui em sua cobertura, na área da piscina, o Espaço 7zero6, onde reservam mesas para um delicioso café da manhã. E quando falo delicioso, quero dizer diviiiiino.

Pagamos R$ 100,00 por pessoa, mas foi uma daquelas coisas que uma vez na vida valeu a pena sabe? Gostaria inclusive de voltar! A Gi também ficou apaixonada e diz que foi o melhor chocolate quente da vida.

Fora a vista para a praia e para a Lagoa Rodrigo de Freitas que se tem enquanto toma a primeira refeição do dia.

10. Bar do Jobi:

Um dos bares mais tradicionais do Leblon, frequentado por turistas e cariocas que lotam a calçada em frente ao bar. Servindo desde petiscos a pratos mais elaborados, com certeza algo ali irá te agradar.

Para quem gosta, o chopp de lá é bem recomendado também.

BÔNUS: Ilhas Cagarras!!

Um arquipélago que fica em frente a Praia de Ipanema mas a uma distância considerável. É linda e uma ótima parada para mergulho, além de ser mais um passeio pouco conhecido na cidade.

Embora ela fique em Ipanema, minha recomendação é fechar um passeio de lancha que sai da Marina da Gloria com a empresa Rio Island Boat Tour, parceira do blog que eu super recomendo depois de ter feito um passeio com eles e constatar a preocupação que tem com o cliente.

Eles te levarão a conhecer outros cantos da cidade maravilhosa, claro, com parada nas Ilhas Cagarras e também em Niteroi, além de oferecerem como cortesia água, refri e cerveja.

 

PLANEJE SUA VIAGEM!

Toda reserva que você faz por um link aqui do blog eu ganho uma pequena comissão, enquanto você não paga nada a mais por isso. E ainda ajuda a manter o Além da Curva no ar, com muitas novidades sempre.

Então, que tal reservar?

Hospedagem com ótimos preços pelo Booking.

Aluguel de quarto ou apartamento pelo Airbnb.

Seguro viagem pela Seguros Promo.

Chip internacional com a Viaje Conectado.

Você pode gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *